Vida real

Bancos públicos esclarecem dúvidas sobre redução de juros

Banco do Brasil, Banrisul e Caixa Econômica Federal responderam questões de internautas

19/04/2012 | 06h12

Após os primeiros bancos anunciarem reduções em taxas de juros, as dúvidas começaram a pipocar entre os gaúchos sobre como seria possível obter benefícios reais a partir desse corte.

Para ajudar o leitor a entender como esse movimento afeta a sua vida, Zero Hora abriu mural para receber dúvidas sobre o tema. As questões foram encaminhadas para os três bancos públicos com atuação no Rio Grande do Sul, os primeiros a anunciar a diminuição nos juros. Por ora, as instituições privadas ficaram de fora, porque ainda não haviam anunciado as reduções quando os leitores começaram a enviar questionamentos sobre os seus bancos. Se você é cliente de um banco privado que anunciou redução no juro e tem outras dúvidas, mande suas questões.

Confira abaixo as respostas de Banco do Brasil, Banrisul e Caixa Economômica Federal para as perguntas dos leitores:

Acredito que para quem já tem empréstimos, a correção não será automática, porém, se solicitada uma renegociação (no meu caso, crédito consignado para funcionária pública) o banco deverá fazer com as taxas reajustadas. Correto?

Renata Ramos Barcelos, Nova Santa Rita - RS

RESPOSTA DO BANCO DO BRASIL: Os convênios de crédito consignado têm suas condições customizadas (prazos, taxas etc.). O BB está revisando as taxas para contratação de novas operações de crédito consignado para mais de 300 convênios em todo o país. Os clientes podem verificar em suas agências de relacionamento se o seu convênio já possui taxa BOMPRATODOS para renovação.

RESPOSTA DO BANRISUL: Para clientes que já têm empréstimos, as taxas de juros reduzidas valem somente para novos contratos, feitos a partir de 12 de abril. Os clientes que possuem operações em andamento devem buscar o gerente de conta para analisar uma nova operação.

RESPOSTA DA CAIXA: O banco poderá renegociar a operação com as taxas reduzidas, que podem variar de acordo com o convênio específico de cada cliente.

Gostaria de saber se quem tem empréstimo consignado ao INSS terá esta redução de juros. Obrigado.

Eraldo Thompsen, Cruz Alta - RS

RESPOSTA DO BANCO DO BRASIL: Sim. Desde o dia 12 de abril as taxas do BB Crédito Consignado INSS foram reduzidas. As taxas atuais são de 0,85% ao mês a 1,80% ao mês (antes da redução, chegavam a 2,04% a.m.).

RESPOSTA DO BANRISUL: Sobre a redução da taxa de crédito consignado servidor público estadual e municipal e aposentado, as taxas mínimas anunciadas valem para aquelas operações que foram contratadas após o dia 12 de abril. No caso dos servidores públicos e aposentados, a taxa de 0,84% é para operações com prazo de pagamento mais curto. Para os demais prazos, as taxas variam de 1,70% ao mês a 2,15% a.m.

RESPOSTA DA CAIXA: Sim, a redução inclui o consignado do INSS, desde que o beneficiário tenha margem para contratação.

Os consórcios também sofrerão mudanças?

Caroline Pan, Nova Roma do Sul - RS

RESPOSTA DO BANCO DO BRASIL: Neste momento, as mudanças se referem à redução de taxas das seguintes linhas de crédito: BB Crédito Veículo, BB Crediário e BB Crédito Consignado INSS.

RESPOSTA DO BANRISUL: Consórcios não estão na categoria de linhas de crédito e não estao incluídos nas medidas.

RESPOSTA DA CAIXA: Não, pois não há incidência de juros sobre o consórcio.

Sou funcionário público e tenho um financiamento consignado junto a um banco. Posso trocar de banco visando uma redução nas prestações do meu financiamento ou não? Fiz em 48 vezes e já paguei 24.

Magnus Lopes, Giruá - RS

RESPOSTA DO BANRISUL: O cliente tem, sim, a possibilidade de transferir salário e operações, assim como fazer a transferência de dívida para qualquer banco que tenha interesse.

Sobre a redução da taxa de crédito consignado servidor público estadual e municipal e aposentado, as taxas mínimas anunciadas valem para aquelas operações que foram contratadas após o dia 12 de abril. No caso dos servidores públicos e aposentados, a taxa de 0,84% é para operações com prazo de pagamento mais curto. Para os demais prazos as taxas variam de 1,70% ao mês a 2,15% a.m.

RESPOSTA DA CAIXA: Sim, pode. Os clientes que portarem a conta salário para a Caixa terão mais vantagens e a redução na taxa de juros será maior.

Tenho um emprestimo consignado junto ao Banco do Brasil, e fui informado pelo meu gerente que as taxas de juros reduzirão somente para aposentados e taxas de financiamento de veiculos. Isto é verdade?

Maicon Dalmonte, Caxias - RS

RESPOSTA DO BANCO DO BRASIL: O BB está revisando as taxas para contratação de novas operações de crédito consignado para mais de 300 convênios em todo o país. Neste momento, já foram reduzidas as taxas das seguintes linhas de crédito: BB Crédito Veículo, BB Crediário e BB Crédito Consignado INSS.

O saldo devedor do limite de cheque-especial no Banco do Brasil pode ser renegociado com taxas de juros menores do que aquelas que o banco cobrava? Em caso positivo, qual seria o percentual da nova taxa de juros para o caso?

Egidio Weis, Cuiabá - MT

RESPOSTA DO BANCO DO BRASIL: Os clientes que recebem salário no BB, ou transferirem suas contas para o BB, e aderirem ao Serviço de Assitência Financeira do BOMPRATODOS têm acesso ao parcelamento do saldo devedor do cheque especial com taxa de 3% ao mês. Além disso, com o BOMPRATODOS, o cliente tem 10 dias de isenção na utilização do cheque especial.

Sou funcionário público, tenho conta e recebo no Banrisul. Já possuo mais de um crédito consignado pelo Banrisul, um deles desde 2009 e com término em dezembro de 2013 e outro da Caixa Federal iniciado em 2011 com término em 2016. Diante disso, consiguirei negociar a redução dos valores a pagar?

Eder de Lara Marques, Portão - RS

RESPOSTA DO BANRISUL: As taxas de juros reduzidas valem somente para novos contratos, feitos a partir de 12 de abril. Aqueles clientes que possuem operações em andamento devem buscar o gerente de conta para analisar uma nova operação.

Sobre a redução da taxa de crédito consignado servidor público estadual e municipal e aposentado, as taxas mínimas anunciadas valem para aquelas operações que foram contratadas após o dia 12 de abril. No caso dos servidores públicos e aposentados, a taxa de 0,84% é para operações com prazo de pagamento mais curto. Para os demais prazos as taxas variam de 1,70% ao mês a 2,15% a.m.

Tenho empréstimo consignado com o Banrisul. Posso tentar renegociar os juros?

Vera Muller, Canela - RS

RESPOSTA DO BANRISUL: As taxas de juros reduzidas valem somente para novos contratos, feitos a partir de 12 de abril. Aqueles clientes que possuem operações em andamento devem buscar o gerente de conta para analisar uma nova operação.

Sobre a redução da taxa de crédito consignado servidor público estadual e municipal e aposentado, as taxas mínimas anunciadas valem para operações que foram contratadas após o dia 12 de abril. No caso dos servidores públicos e aposentados, a taxa de 0,84% é para operações com prazo de pagamento mais curto. Para os demais prazos as taxas variam de 1,70% ao mês a 2,15% a.m.

Pago hoje 9,06% de juro no cheque especial. Liguei para a agência do Banrisul de Camaquã e lá me disseram que, para ter uma redução dos juros, precisaria fazer uma aplicação no banco. Isso é correto?

Sérgio, Arambaré - RS

RESPOSTA DO BANRISUL - A redução das taxas de juro contempla os clientes que possuem algum tipo de investimento. É importante ressaltar que o cheque especial não é linha de investimento. Caso o cliente esteja comprometido no cheque especial, sugerimos que procure sua agência para analisar uma linha de crédito compatível a um custo menor.

E para aqueles que possuem financiamentos contratados recentemente e que possuem juros muito superiores aos informados pelo Banrisul? Existe a possibilidade de se renegociar com juros menores?

César Porto Alegre, Porto Alegre - RS

RESPOSTA DO BANRISUL: As taxas de juros reduzidas valem somente para novos contratos, feitos a partir de 12 de abril. Aqueles clientes que possuem operações em andamento devem buscar o gerente de conta para analisar uma nova operação.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.