Clima tenso

Ambientalistas protestam contra relator do Código Florestal na Assembleia Legislativa

Mineiro Paulo Piau veio à Capital esclarecer pontos polêmicos do projeto, que pode ser sancionado ainda esta semana

21/05/2012 - 16h20min
Ambientalistas protestam contra relator do Código Florestal na Assembleia Legislativa Flávia Moraes/Especial/Agencia RBS
Manifestantes pedem veto ao Código Florestal Foto: Flávia Moraes/Especial / Agencia RBS  

O clima tenso marcou a reunião entre deputados e ambientalistas na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul na tarde desta segunda-feira. O relator do Código Florestal, deputado federal Paulo Piau (PMDB/MG) veio a Porto Alegre para esclarecer o que ele chamou de "distorções da mídia" sobre o texto de lei.

— Há uma diferença enorme entre o que ouvimos sobre o código e o que está escrito de fato no texto. Não há uma só linha no texto que estimula derrubada de árvores — justifica Piau.

Levantando cartazes e distribuindo panfletos na reunião, os manifestantes, no entanto, não concordam com as explicações do deputado federal, já que interpretam o projeto de lei como ruralista.

— As proposições com relação à flexibilização das áreas de preservação permanentes e a anistia a desmatadores só beneficiam o grande produtor de monoculturas, como a soja, não a agricultura familiar que é quem realmente produz alimento para a população— critica Júlio Wandam, coordenador da organização não-governamental Os Verdes RS.

O deputado estadual Ernani Polo (PP), presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo do Estado foi quem propôs a reunião e a vinda de Piau, justamente para esclarecer dúvidas sobre o real conteúdo do Código.

— Claro que é um assunto polêmico, porque envolve meio ambiente e produção agrícola, dois fatores importantes para a sociedade. Mas precisamos pensar em um equilíbrio para flexibilizar e conseguirmos aumentar a produção no Rio Grande do Sul sem prejudicar a natureza, nem o agricultor — afirma Polo.

O presidente da Comissão preferiu não se posicionar se apoia totalmente o relatório de Piau. Só concorda que a proposta de que as áreas mínimas de preservação ambiental sejam delimitadas pelos estados, e não pela União, já que cada parte do país possui uma realidade diferente.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.