Risco possível

Espanha cogita pedir ajuda ao fundo de resgate europeu

Continuidade da crise grega deve ser o principal fator, afirma jornal El Mundo

28/05/2012 | 08h31

O governo da Espanha cogita pedir uma ajuda ao fundo de resgate europeu, caso persista a tensão nos mercados, para injetar 30 bilhões de euros no setor bancário, além dos 19 bilhões solicitados pelo Bankia, afirma o jornal El Mundo.

Se a crise grega prosseguir e a taxa de risco continuar por volta dos 500 pontos, "a Espanha pode solicitar uma ajuda ao Fundo Europeu de Estabilidade Financeira", segundo uma fonte governamental citada pelo jornal.  "É uma possibilidade, mas agora todas as hipóteses são possíveis", disse.

Procurada pela AFP, uma fonte do ministério espanhol da Economia afirmou que a posição do governo de não pedir ajuda externa "não mudou". A taxa de juros dos títulos de referência da Espanha a 10 anos era de 6,451% nesta segunda-feira, contra 6,311% na sexta-feira.

O prêmio de risco - o custo que a Espanha deve pagar para obter financiamento a 10 anos na comparação com a Alemanha, tomada como referência europeia - alcançava um novo recorde, a 509 pontos básicos. O jornal El Mundo também fez referência à possibilidade de Madri pedir ajuda ao FMI.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.