Disputa na Fenasul

Os segredos da criação da melhor vaca leiteira

Quinta-feira terá encerramento de concurso, com "banho de leite"

16/05/2012 | 18h30
Os segredos da criação da melhor vaca leiteira gilberto cunha/divulgação
Vaca Morena, da Granja Morena, está na competição desta feira Foto: gilberto cunha / divulgação

No dia em que a 8ª Feira Nacional de Agronegócios do Sul (Fenasul) abre as portas ao público, o destaque da programação é o "banho de leite" da vaca vencedora do concurso de ordenha.

Com o número recorde de 27 animais inscritos, de sete propriedades, o resultado deve ser anunciado às 18h de hoje no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O prêmio avalia a produtividade leiteira da vaca, após cinco ordenhas realizadas num intervalo de dois dias. No entanto, para ganhar o prêmio é preciso ter mais do que um animal produtivo.

— É importante saber escolher o animal em casa. Trazer para a competição aquele que reúna boas características morfológicas, alta produção e principalmente docilidade para estar em público — explica Marcos Tang, vice-presidente da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Estado (Gadolando) e proprietário da Granja Tang, três vezes campeã no concurso de ordenha da Fenasul.

Para Tang, um animal não acostumado com pessoas desconhecidas pode deixar de comer durante o evento, ou ficar nervoso a ponto de reduzir a sua capacidade produtiva de forma significativa.

— Para saber se o animal é tranquilo na presença desconhecidos, é importante perceber como se comporta ao receber visitas. Esse é um passo importante para a vitória — diz o produtor.

Outra dica de campeão é cuidar da alimentação do gado. Como não há pasto na feira, é necessário acostumar a vaca a comer a ração concentrada — cerca de 15 a 20 quilos por dia — e feno de alta qualidade indicados pelo nutricionista do rebanho. Água sempre disponível também é importante, para a hidratação.

Concorrendo com quatro animais este ano, o produtor Jorge Fonseca da Silva, da Granja Morena, de Pelotas, espera ficar entre os primeiros lugares na competição. Para isso, escolheu as vacas que produzem de 60 a 70 litros de leite por dia, somados a partir de três ordenhas. Manter o animal em local arejado, com não mais de 20ºC de temperatura ambiente, seco e limpo são outros detalhes importantes para garantir a produtividade e a conquista da vitória.

— Animais com três ou quatro anos costumam estar em seu período de maior lactação (produção de leite), o que os torna concorrentes em potencial — afirma Silva.

Todos esses cuidados são vistos como investimento, e não gasto, pelos produtores que participam do concurso de ordenha. Isso porque, o valor empregado para preparar os animais e ir à feira é revertido em reconhecimento da propriedade vencedora pelo mercado leiteiro local, nacional e internacional. Conforme Tang, além do gado ganhar projeção, toda a sua granja passa a ser vista como referência após os prêmios.

Dicas de campeã

— Alimentar com feno de qualidade e ração concentrada (indicada por nutricionista)
— Alojar em local fresco, seco, higienizado e com temperatura máxima de 20ºC
— Acostumar o animal com a presença de pessoas e barulhos estranhos
— Observar o período de máxima lactação (produção de leite), que pode ser entre o segundo e terceiro ano de vida da vaca, de 45 dias a 10 meses após o parto

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.