Mais voos

TAP vê potencial maior para a Capital

Rota entre Porto Alegre e Lisboa, iniciada há um ano, tem taxa média de ocupação de 81%

11/06/2012 | 21h22

Apesar de recém ter iniciado a operar com o quarto voo semanal, TAP enxerga no Estado um potencial bem maior do que os 83 mil passageiros transportados entre a Capital e Lisboa entre junho de 2011 e o mês passado.

A primeira ligação sem escalas entre Porto Alegre e Europa completa nesta terça-feira um ano com taxa média de ocupação de 81%, uma das cinco melhores que a empresa tem no Brasil.

No dia 12 de junho do ano passado, a TAP começou a fazer a rota entre o Rio Grande do Sul três vezes por semana e, no final de maio, colocou mais uma aeronave no trecho. Apesar de a recente alta do dólar ter inibido a procura, o diretor da TAP para a América do Sul, Mario Carvalho, afirma que há espaço para dobrar a movimentação de passageiros na operação de Porto Alegre.

— O quinto voo não está distante. O nosso objetivo é ter voos diários, mas isso só vai acontecer de acordo com a demanda — diz o executivo, se esquivando em falar de prazos.

Para Carvalho, além do viajante gaúcho, os voos a partir do aeroporto Salgado Filho podem atrair mais passageiros de Santa Catarina e de países vizinhos como Uruguai e Argentina, onde a TAP não opera. Mas a deficiência de estrutura do Salgado Filho, sustenta o executivo, também contribui para que o tráfego não deslanche ainda mais.

Das 83 mil pessoas transportadas no período no trecho, cerca de 65 mil foram originadas na Capital. Para agentes de viagem, o voo direto entre Porto Alegre e Lisboa virou sinônimo de conforto e economia de dinheiro e tempo para quem pretende viajar para a Europa. Simulações com comparações com outras companhias que forçam o passageiro a fazer escala em outros aeroportos brasileiros e da Europa mostram que, em regra, a tarifa da TAP fica mais em conta. Quando aparece uma mais barata, no entanto, o tempo de até chegar ao destino é o dobro. A presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) no Estado, Rita Vasconcelos, lembra que, quando há escala em outro aeroporto do país e há emissão separada dos bilhetes dos trechos, o passageiro ainda perde o direito da franquia da bagagem maior.

— Além do conforto, a TAP está com as tarifas bem competitivas. E chegar em Lisboa é uma boa opção mesmo para quem pretende ir para outros países da Europa — diz Abrahão Finkelstein, diretor da agência Mercatur.

Depois da TAP, é a vez da panamenha Copa Airlines completar na sexta-feira um ano de operação no Salgado Filho. A empresa, que faz a ligação direta entre Porto Alegre e o Panamá, iniciou com quatro voos semanais. Em dezembro do ano passado, devido ao movimento na época das férias de verão no Brasil, a companhia começou a ter partidas diariamente. Segundo a companhia, a continuidade do movimento levou à decisão de manter os voos todos os dias.

Direto ou com escala
Simulações com comparações do valor das passagens (ida e volta, sem taxas):

Da capital gaúcha para Lisboa, com ida em 20/10 e retorno dia 27/10

TAP
Porto Alegre-Lisboa
Preço: US$ 955
Duração da viagem: 10 horas e 40 minutos

Iberia
Porto Alegre-São Paulo-Madri-Lisboa
Preço: US$ 1.119
Duração da viagem: 21 horas

Lufthansa
Porto Alegre-São Paulo-Frankfurt-Lisboa
Preço: US$ 825
Duração da viagem: 24 horas

Comparação com outros destinos na Europa (ida e volta, sem taxas, com ida em 1º/11 e retorno em 8/11

TAP
Porto Alegre-Lisboa: US$ 1.095

Iberia
Porto Alegre-São Paulo-Madri: US$ 1.288

TAM
Porto Alegre-São Paulo-Madri: US$ 1.376

Lufthansa
Porto Alegre-São Paulo-Frankfurt: US$ 1.462

Air France
Porto Alegre-São Paulo-Paris: US$ 1.462

Obs: as cotações foram feitas ontem à tarde e os valores variam conforme o ritmo de preenchimento das aeronaves

Fontes: SkyTeam e Mercatur

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.