Campanha salarial

Banrisul deve encerrar greve nesta quinta-feira

Banco gaúcho é o único que ainda está em greve no país

03/10/2012 | 20h28

Após negociação que durou quase todo o dia, representantes dos funcionários do Banrisul decidiram no final da tarde desta quarta-feira aceitar as contrapropostas do banco relacionadas a participação nos lucros e plano de carreira. Segundo a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras Rio Grande do Sul (Fetrafi-RS), o retorno ao trabalho deve ocorrer a partir do meio-dia desta quinta-feira.

O comando de greve do Banrisul recomenda a aceitação dos termos nas assembleias que serão realizadas nesta quinta-feira pela manhã. Na Capital, está marcada para às 10h.

— A mobilização forçou o banco a avançar na pauta específica — avalia Mauro Salles, presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários).

A contraposta do banco, que é condicionada à aprovação pela categoria até às 12h, promete a elaboração de um plano de carreira para os funcionários do Banrisul até março do próximo ano. Outro proposta prevê um acréscimo na participação em lucros e resultados de um ponto percentual em relação à negociação definida com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

O reajuste salarial será o mesmo negociado entre a categoria e a Fenaban. O aumento será de 7,5%, enquanto o piso será elevado em 8,5%.

O Banrisul é o único banco no país que permanece em greve.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.