Fim do prazo

EUA outra vez pressionados por ameaça de paralisação

Congresso tem de aprovar acordo antes que serviços federais sejam interrompidos

14/01/2014 | 19h01

Novamente em cima da hora, o Congresso dos Estados Unidos tem até a noite desta quarta-feira para votar o projeto de lei orçamentária e evitar uma nova paralisia parcial dos serviços federais. Embora republicanos e democratas já tenham negociado um acordo para a acabar com o impasse fiscal no início de dezembro, a tendência é de que os parlamentares adiem a votação para o sábado, por meio da criação de um orçamento temporário que mantenha o governo funcionando.

Na última segunda feira, os congressistas apresentaram os detalhes da proposta que estabelece detalhadamente os gastos de cada agência para o exercício fiscal 2014, que acaba no dia 30 de setembro deste ano. O acordo orçamentário aumenta o gasto federal a US$ 1,012 trilhão no próximo ano e US$ 1,014 trilhão em 2015.

A partir da medida, serão restaurados aproximadamente US$ 63 bilhões dos cortes automáticos nos gastos públicos até 2015. Além disso, ela deve reduzir o déficit público em entre US$ 20 bilhões e US$ 23 bilhões

O presidente Barack Obama comemorou o acordo e pediu que os parlamentares o aprovem o quanto antes.

— Estou muito satisfeito que a Câmara de Representantes e o Senado tenham entrado em acordo sobre o orçamento — declarou Obama aos jornalistas antes de uma reunião na Casa Branca com alguns membros de seu Governo.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.