Um dia a menos

Concessionárias de veículos podem deixar de abrir aos domingos em Porto Alegre

Empresários avaliam que medida não reduzirá as vendas de automóveis

27/02/2014 | 22h10

O domingo pode deixar de ser uma opção para o consumidor interessado em comprar um carro na Capital. O Sindicato dos Empregados do Comércio em Porto Alegre (Sindec) quer que, a partir de junho, quando começa a vigorar a próxima convenção coletiva da categoria, as revendas não possam abrir nesse dia nem mesmo uma vez por mês, como ocorre atualmente.

O pedido dos trabalhadores, por enquanto, não chegou oficialmente ao Sindicato Intermunicipal dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Rio Grande do Sul (Sincodiv) e, por isso, não há uma posição oficial, diz o presidente da entidade, Fernando Augusto de Carvalho Esbroglio. Segundo o dirigente, apenas entre abril e maio os empresários vão começar a discutir os termos da negociação com o Sindec.

A posição dos comerciários, porém, não parece trazer grande preocupação para o setor. Segundo Esbroglio, o varejo de automóveis não perdeu vendas quando as lojas deixaram de abrir todos domingos, que costumam ter movimento inferior aos dias normais.

– O cliente que não tem tempo durante a semana costuma comprar no sábado – explica Esbroglio, acrescentando que, aos domingos, os visitantes não costumam fechar negócio.

O Sindec pretende ainda chegar a um acordo para que os funcionários de concessionárias não possam mais trabalhar em feirões de automóveis. O presidente do sindicato, Nilton Souza Neco, explica que a ideia seria a realização de eventos do gênero apenas nas próprias concessionárias.

– Esses feirões costumam acontecer nos estacionamentos de shoppings, onde os trabalhadores estão expostos a todo o tipo de intempéries e não têm condições dignas de trabalho – diz Neco.

Se no varejo de automóveis existe a possibilidade de o domingo sair do calendário de vendas, nas lojas da Capital a tendência é oposta. Válido até o final do ano, o acordo coletivo entre o Sindec e o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas) prevê o funcionamento dos estabelecimentos do gênero aos domingos e, por enquanto, não há indicação sobre qualquer possibilidade de mudança.

Ao contrário das concessionárias, as lojas, principalmente nos shopping centers, costumam vender mais do que em dias normais, afirma o presidente do Sindilojas, Ronaldo Sielichow. A exceção, observa, ocorre nos fins de semana do verão e durante os feriadões. A opção dos domingos, diz o dirigente, é uma comodidade para quem não tem tempo de ir às compras durante a semana.

Os domingos nos quais as lojas de veículos devem abrir

23 de março, 27 de abril e 25 de maio

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.