Crescimento leve

Atividade econômica do Banco Central cresceu 1,26% em janeiro

IBC-Br serve para avaliar a evolução da atividade econômica brasileira com informações sobre indústria, comércio e serviços e agropecuária

14/03/2014 | 10h07

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) subiu 1,26% em janeiro de 2014 em relação ao mês anterior, após registrar queda de 1,40% em dezembro, na série com ajuste sazonal. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo BC, o número passou de 144,09 pontos em dezembro para 145,91 pontos em janeiro na série dessazonalizada.

Na comparação entres os meses de janeiro de 2014 e 2013, houve alta de 0,93% na série sem ajustes sazonais. Na série observada, o primeiro mês deste ano terminou com IBC-Br em 139,48 pontos. Nos 12 meses encerrados em janeiro de 2014, o crescimento foi 2,29% na série sem ajuste.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária.

No último dia 12, o presidente do BC, Alexandre Tombini, disse a investidores que o ritmo de crescimento em 2014 deve se manter em patamar próximo ao do ano passado. Tombini acrescentou que "o crescimento em 2013 foi marcado por uma alteração na composição da demanda, com ampliação dos investimentos e moderação do consumo das famílias".

Tombini também argumentou que o "avanço do investimento, especialmente em logística e infraestrutura, somado a esforços de qualificação da mão de obra, deve-se traduzir em ganhos de produtividade para a economia brasileira". No ano passado, a economia brasileira cresceu 2,3%, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.