Operação Leite Compen$ado

Empresário é denunciado por adulterar leite, diz o Ministério Público

Ministério Público Estadual afirma que fraude abrangeu 97.130 litros do produto, que recebeu água com ureia e formol

24/03/2014 | 21h39

Foi denunciado nesta segunda-feira, na Justiça de Panambi, o empresário Odir Pedro Zamadei por fraudar 97.130 litros de leite por meio da adição de água contendo ureia e formol, informou o Ministério Público Estadual (MPE). Conforme a denúncia do promotor de Justiça Mauro Rockenbach, nove amostras do leite cru analisadas pelo Laboratório da Univates apontaram a presença do produto químico.

O posto de refrigeração da indústria e comércio de laticínios O Rei do Sul, do qual Zamadei é proprietário, foi interditado pelo Ministério da Agricultura em 24 de fevereiro, em decorrência de irregularidades detectadas no produto analisado. O local, que fica em Condor, foi um dos alvos da quarta fase da Operação Leite Compen$ado, deflagrada no último dia 14 em outras sete cidades da região noroeste do Estado. Zamadei permanece preso na Penitenciária Modulada de Ijuí.

Leia mais

Novo núcleo de fraude no leite é descoberto no Noroeste do Estado e uma pessoa é presa

Em dezembro, promotor disse que condenação a acusados na operação era "pedagógica"

Operação começou em maio do ano passado, relembre

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.