43 dias depois

Funcionários dos Correios decidem encerrar greve no Rio Grande do Sul

Trabalhadores informaram que retornam ao trabalho já nesta sexta-feira

13/03/2014 | 14h43
Funcionários dos Correios decidem encerrar greve no Rio Grande do Sul Lauro Alves/Agencia RBS
O sindicato gaúcho anunciou que será mantido o estado de greve pelo menos até o dia 8 de abril Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Em assembleia realizada nesta quinta-feira, o Sindicato dos Funcionários de Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sitect/RS) decidiu encerrar a greve iniciada no final do mês de janeiro. Na última quarta-feira, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) considerou abusiva a paralisação da categoria e determinou que os trabalhadores voltem ao trabalho.

No entanto, o sindicato gaúcho anunciou que será mantido o estado de greve pelo menos até o dia 8 de abril, data em que será realizada audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Brasília para discutir ação movida pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) contra os Correios.

Os funcionários dos Correios voltarão ao trabalho já nesta sexta-feira, conforme determinado pelo TST. Os ministros do tribunal decidiram ainda, o desconto de 15 dias no salário a ser pago em abril dos empregados referentes aos 42 dias de greve, com a compensação dos 27 dias restantes.

O TST entendeu que não houve descumprimento pela estatal da cláusula 11 do dissídio coletivo de 2013, que trata da assistência médica, hospitalar e odontológica, com a contratação de uma empresa especializada para a gestão do plano de saúde. A categoria alegava que, a partir da troca da gestora do plano de saúde da empresa para a Postal Saúde, teria ocorrido a perda de benefícios para os funcionários.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.