Mercado de ações

Papéis da Petrobras disparam quase 15% em cinco pregões

Contrariando Wall Street, a Bolsa de São Paulo emplaca sexta alta seguida

24/03/2014 | 17h52
Papéis da Petrobras disparam quase 15% em cinco pregões Petrobras/Divulgação
Apesar de suspeitas em relação à companhia, os títulos da estatal lideraram as altas no mercado Foto: Petrobras / Divulgação

Mesmo com retração em Wall Street, que fechou praticamente estável, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) registrou valorização (1,29%)pela sexta vez consecutiva, avançando 6,73% no período.

Composto pelas 72 ações mais negociadas no pregão, o Ibovespa chegou a superar a marca de 48 mil pontos, mas encerrou com 47.993 unidades — o nível mais elevado desde 14 de fevereiro passado. Com maior peso no índice, as ações da Petrobras subiram cerca de 3%, apesar das investigações sobre irregularidades na compra de uma refinaria nos EUA.

Em valor de mercado (o preço das ações multiplicado pelo número de papéis), a empresa recuperou R$ 24,4 bilhões somente nestes 5 dias, passando a valer R$ 184,31 bilhões.

Depois de bater no menor valor desde dezembro de 2005, Petrobras PN disparou 14,5% nas últimas cinco sessões. No câmbio, o dólar recuou 0,17% no mercado à vista, encerrando a R$ 2,322.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.