Retorno imediato

Justiça manda 70% dos servidores da CEEE retornarem ao trabalho

Decisão obtida pela empresa tenta garantir os serviços essenciais aos consumidores

04/04/2014 | 20h30

Após cinco dias de greve dos eletricitários da empresa, o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região acatou pedido de liminar do Grupo CEEE nesta sexta-feira para que ao menos 70% dos funcionários da área operacional e do call center voltem ao trabalho de forma imediata. A intenção é garantir a continuidade dos serviços essenciais de energia durante a paralisação da categoria. Segundo a CEEE, o presidente do Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul), Danilo Garcia, foi notificado ainda nesta sexta-feira de que, se a decisão judicial não for cumprida, a entidade será multada em R$ 50 mil ao dia.

Ainda nesta sexta-feira, um grupo de 100 funcionários da CEEE fez uma manifestação na Avenida Padre Cacique, em frente ao Estádio Beira-Rio. Deflagrada na segunda-feira, a greve dos eletricitários pede reajuste salarial de 12%, pagamento de benefícios referentes ao ano passado, aumento no vale-alimentação e maior participação da empresa no pagamento do plano de saúde. A CEEE informa que já fez cinco propostas para a categoria encerrar o movimento.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.