Carreira

Conheça as novas profissões que surgem com a internet

Com a conectividade ocupando cada vez mais tempo no dia a dia, o mercado de trabalho também se transformou

Por: Maria Amélia Vargas
25/05/2014 - 14h01min
Conheça as novas profissões que surgem com a internet  Charles Dias/Especial
Ana Lúcia, Julie e Natália fazem parte de uma nova geração de profissionais da área de TI Foto: Charles Dias / Especial  

Webdevelopper, trafficker, gestor de usabilidade. Provavelmente, você nunca ouviu falar desses profissionais e os nomes podem soar estranhos ao ouvido. Eles fazem parte de uma turma numerosa e diversificada cada vez mais presente no nosso dia a dia. É pelas mãos deles que passa tudo o que se relaciona com internet. A expansão dos sites e das formas de acesso à web demanda novas funções e especialidades que se multiplicam. No mundo dos bits e bytes, profissões se misturam e outras surgem. Na área, a oferta de vagas é abundante e, por isso, os salários são atrativos.

Julie Reichert, Ana Lúcia Migowski da Silva e Natália Franciele de Oliveira são alguns rostos deste novo mercado. As três compartilham as alegrias e as dificuldades de exercer uma profissão — arquitetura da informação — que ainda é uma grande desconhecida para a maioria das pessoas, mas que já está por trás da maneira como usamos a internet. Julie é professora do curso de Comunicação Digital da Unisinos. Ana Lúcia e Natália foram alunas da graduação.

— Tem que ser autoditada para aprender um pouco sobre as demandas diferenciadas de clientes em áreas variadas. Um dia a gente procura entender o funcionamento de um hospital e no outro precisa compreender a dinâmica de um banco — conta Natália.

Muitas profissões já navegavam na internet, mas agora estão completamente mergulhadas nela.

— Quem atuava em uma determinada área, agora precisa mudar o seu jeito de pensar para atender a um público exigente. Além isso, a concorrência que antes se mapeava por um bairro ou uma cidade, passa a ter caráter mundial — analisa Robinson Klein, presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RS).

Com as pessoas mais conectadas, as empresas necessitam de profissionais com habilidade para fazer a ponte entre realidades antes tão distantes e agora tão próximas. A mobilidade e a quebra de fronteiras fizeram de cursos como os de desenvolvimento de aplicativos de web convergentes — que funcionam em tablets e em smartphones — e os que envolvem cloud computing (computação nas nuvens) figurar entre os preferidos dos jovens, de acordo com Leandro Krug Wives, professor do Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Quem já tinha estrada profissional antes de sonhar com a comunicação online não perdeu a vez. Há atividades que surgiram justamente para integrar veteranos às novas realidades. O coa-ching digital, conforme Nilton Waine, empresário e coordenador do Instituto Login, ajuda profissionais a montarem um plano de estudos personalizado para a utilização da tecnologia.

Se muitas profissões praticamente se extinguiram depois que a rede mundial modificou a forma como as pessoas se relacionam, outras se transformaram completamente e não deixaram de se fazer essenciais para o dia a dia das empresas.

— Há muitas especializações voltadas para a internet. Há o cinegrafista que aprendeu a lidar com outras ferramentas e descobriu que vídeos mais curtos atraem mais a atenção do internauta. Até o vendedor de anúncios aprendeu a diferença de linguagem na nova mídia — explica Ricardo Basaglia, diretor-executivo da Michael Page, multinacional da área de recrutamento profissional.


AS CARREIRAS


NAVEGANDO SEM MAPA

Cada site é de um jeito e, por isso, pode deixar o usuário com a impressão de estar perdido ao acessar pela primeira vez. Evitar que isso ocorra é a missão de uma turma de profissionais que pensam a maneira como as pessoas irão navegar.

Arquiteto da informação

Dá o pontapé inicial. Examina os objetivos do site, organiza os dados por ordem de importância e elabora os mapas de usabilidade, prevendo por onde o internauta irá navegar.

Analista de usabilidade

Sua meta é saber o que os usuários querem. Realiza estudos frequentes para saber como o site é usado.

Webdesigner

Seu olhar é voltado para o aspecto visual do site, mas faz isso pensando em como facilitar a navegação do usuário.

Gestor de usabilidade

Identifica se o aplicativo ou site é de fácil acesso com base em requisitos não funcionais. Coloca-se no lugar de alguém que nunca utilizou o produto para saber se a relação é intuitiva ou se é difícil.

Webanalyst

Está focado no desempenho do site. Sua meta é fazer com que as informações sejam encontradas com mais facilidade tanto pelos usuários quanto pelos buscadores.

Analista Funcional

Verifica se os aplicativos estão atendendo aos requisitos funcionais com o máximo de rendimento.


OS ESTRATEGISTAS

Para figurar bem na web, é preciso se antecipar ao que vem pela frente, como um jogador de xadrez.

Consultor de e-business

Analisa as necessidades de uma empresa e emprega estratégias para atrair clientes via internet.

Especialista em análise da web

Mede os dados de audiência e publicidade de um site com a finalidade de melhorar seu posicionamento. Interpreta a relação do marketing online com as informações estatísticas.

Especialista em links patrocinados

Elabora e monitora as campanhas. Além de dominar as ferramentas de links patrocinados e de certificação, tem perfil mais analítico e estratégico.


REI DO CONTEÚDO

Internet não é só apresentação visual. O conteúdo faz a diferença na relação com os usuários e precisa ser produzido pensando em todas as possibilidades que a web permite.

Editor de conteúdo

Encarregado do conteúdo, da redação e da edição dos textos publicados na web, desde um site corporativo até um jornal digital.

Blogueiro

A democracia da internet permite que qualquer pessoa possa escrever sobre os assuntos de seu interesse. Muitas pessoas se especializam nisso e se tornam blogueiros conhecidos, com público fiel. Quando um blog faz muito sucesso, pode ser patrocinado, além de ajudar a projetar a carreira do autor.

Caixeiro online

Cada vez mais, a internet se transforma em centro de compras. Mas para vender na rede é preciso entender os hábitos de consumo.

Gestor de marketing para e-commerce

Realiza campanhas, acompanha o desempenho das lojas virtuais e o rendimento da publicidade.

Responsável pelo marketing de filiais

É o intermediador em uma categoria de publicidade na qual os anunciantes só pagam quando há resultados em webvisitas ou vendas.

Diretor de marketing online

Especialista em contratos publicitários na internet e em criar campanhas de promoção de produtos.


FAZ APARECER BEM NO GOOGLE

Conhecer os critérios de um site de busca e saber como usá-los a seu favor é o diferencial desse time.

Especialista em Search Engine Marketing (SEM)

Define a estratégia que será usada em uma ação publicitária, o que envolve a escolha das palavras-chave que serão patrocinadas. Também estabelece o orçamento necessário para as ações.

Especialista em Search - Engine Optimization (SEO)

Posiciona os conteúdos para que o site se destaque entre outras páginas da web, identificando palavras-chave.

Webmarketer

Promove usuários ou sites nos indexadores e em redes sociais para fazer com que sempre apareçam em anúncios ou buscas.


UM MIX DE HABILIDADES

Jogador profissional de jogos massivos online

Cria personagens capazes de progredir rapidamente em jogos com o objetivo de vendê-los para outros usuários.

Advogado especialista em direito na internet

Trata de tópicos como a contratação online, comércio eletrônico, assinatura digital, proteção de dados, propriedade intelectual e gestão de conteúdos, condições gerais de contratação na web e problemática jurídica dos nomes de domínio, entre outras questões.

Designer educacional

Responsável por pesquisar e contribuir com o conteúdo dos cursos, organizando de forma didática, interativa e visualmente interessante o material. Trabalha em instituições de ensino, universidades corporativas e consultorias especializadas em ensino a distância.

Investigador de computadores

Um detetive que busca evidências em computadores ou dispositivos móveis de suspeitos e vítimas de crimes, contribuindo para a investigação da polícia.

Foco na interação

A troca entre os usuários e quem está por trás dos sites é uma das grandes riquezas da internet, mas é preciso agilidade e habilidade para responder.

Gestor de mídias sociais

Responsável por monitorar como a marca está sendo avaliada e comentada. Muitos interagem com os clientes.

Gerente de marketing digital

Responsável pelo acompanhamento da reputação da marca na internet. Monitora o conteúdo da exposição da marca nos meios digitais.

Mobile marketing

Ajuda na elaboração de campanhas em parceria com os outros meios e desenvolve atividades publicitárias em dispositivos móveis e nas redes sociais.


ENTRE OS CÓDIGOS

Por trás de textos, imagens e animações há milhares de códigos que, aos olhos de um leigo, parecem indecifráveis, mas é o que faz tudo funcionar.

Webmaster

Sabe tudo de redes, servidores e linguagem HTML. Lida com criação e gerência de servidores e sites.

Webdevelopper ou Programador de web

Cria os aplicativos de um site e resolve os problemas que surgem durante seu funcionamento.

Gestor de bigdata

Organiza um grande volume de dados coletados de fontes variadas armazenadas em grandes servidores (locais ou externos).

Segurança de rede

Profissional com conhecimento profundamente técnico, responsável por garantir que uma página ou uma conta na web não sejam invadidos.

Trafficker

Encarregado de gerenciar, implementar e controlar o tráfico de um site, evitando que a página saia do ar por excesso de usuários.

Desenvolvedor de aplicativos móveis

Programador que cria aplicativos especificamente para smartphones e tablets.


VAGA PARA AGENTE DE MEMES

A rapidez da internet se reflete nos profissionais que estão por trás das novidades. Atividades que parecem supérfluas atualmente podem se mostrar essenciais daqui a pouco. Lançamentos, como os dispotivos conectados ao corpo, transformam a vida dos usuários e suas formas de se relacionar.

Para quem quer trabalhar nessa área, uma boa notícia: as vagas abertas costumam superar o número de candidatos. Não há qualificações específicas e até mesmo estimar os salários pagos é difícil em função da diversidade de profissionais. Na maioria dos casos, é necessária uma formação híbrida e um certo conhecimento de mercado para iniciar na atividade.

— As pessoas deverão saber de tudo um pouco, em especial sobre como desenvolver sites, os recursos e serviços que funcionam em todos os dispositivos e que sejam adaptáveis ao contexto do usuário, levando em conta quais seus interesses — diz Leandro Krug Wives, professor do Instituto de Informática da UFRGS.

Para ser arquiteto da informação, por exemplo, é preciso unir o conhecimento técnico em informática e análise de sistemas com outras competências. Não há uma especialização específica, mas graduados em Comunicação, Design e Biblioteconomia levam vantagem nessa disputa.

— Esse profissional é responsável por fazer com que o usuário reconheça e consiga interagir com a interface. Para isso, precisa também entender um pouco de psicologia, jornalismo e publicidade, entre outras áreas — exemplifica Julie Reichert, professora do curso de Comunicação Digital da Unisinos.

O certo é que o mercado de trabalho absorve cada vez mais pessoas com essas capacidades, afirma Robinson Klein, presidente da Assespro-RS:

— Se antes eu precisava de um programador para fazer um soft-ware, agora preciso de mil.


VOCÊ AINDA PODERÁ SER UM

Novas atividades que passarão a fazer parte da sua vida — ou ser até mesmo sua profissão

Agente de memes

Profissional que cuidará da imagem pública de pessoas que se tornaram famosas por causa de memes — imagens ou frases que se transformam em piada e se espalham rapidamente pela web.

Cinegrafista de experiência

Alguém que fará mais ou menos o que faz o profissional que viaja com a mochila do Google Street View (recurso que disponibiliza vistas panorâmicas de 360° na horizontal e 290° na vertical), só que para produzir vídeos.

Curador digital

Profissional que recomenda uma lista de aplicativos, hardwares e softwares.

Tutor de curiosidade

Oferece conteúdo que sirva de inspiração e desperte a curiosidade, além de ensinar como descobrir coisas novas na internet.

Especulador de moedas virtuais

O bitcoin e outras formas de pagamento na web são a aposta do futuro e, com isso, devem surgir profissionais especializados a prestar consultoria sobre elas.

Faz tudo 3D

Especialista em impressão 3D, que fabricará o que o cliente precisar.

Administrador de morte digital

Irá administrar ou eliminar dados de uma pessoa que morreu.

Terapeuta em desintoxicação digital

Profissional que irá tratar pessoas extremamente viciadas em internet e dispositivos eletrônicos.

Arquivista digital pessoal

Assim como um dia existiu a profissão de arquivista, no futuro as pessoas precisarão de um profissional para organizar seus arquivos digitais.

Especialista em crowdfunding

Profissional craque em usar financiamento coletivo para transformar projetos em realidade.

Consultor de carreiras online

Fará exatamente a mesma coisa que os consultores atuais, mas por videoconferência.

Negociador de aplicativos

Ajudará o inventor de um app a ganhar dinheiro com sua criação.

Arquiteto de nuvem

Organizará as informações nos computadores e servidores compartilhados e interligados por meio da internet, utilizando técnicas de arquitetura da informação.

Conselheiro de produtividade

Ajudará as pessoas a aprimorar suas vidas e a melhorar a produtividade, evitando distrações. Seus conselhos podem envolver carreira, gerenciamento de tempo, ergonomia e bem-estar.

Consultor de privacidade

Descobrirá vulnerabilidades em todos os aspectos da vida de uma pessoa, especialmente no mundo online.

Personal digital coach

Ajudará o internauta a usar melhor a tecnologia, identificando sites e redes sociais que se adaptam às necessidades e à rotina do usuário.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.