Missão europeia

Sartori negocia com empresa francesa de laticínios aumento da produção no RS

Dona das marcas Elegê, Parmalat e Batavo, Lactalis capta no Rio Grande do Sul cerca de 60% de sua produção no Brasil 

Por: Milena Schoeller - enviada especial à Europa
19/10/2016 - 17h49min | Atualizada em 19/10/2016 - 17h58min
Sartori negocia com empresa francesa de laticínios aumento da produção no RS Milena Schoeller/Agência RBS
Foto: Milena Schoeller / Agência RBS

O governador José Ivo Sartori antecipou a viagem para Paris para tentar fechar um acordo e anunciar investimentos ainda durante a missão na Europa, que já dura quatro dias. Ele se reuniu nesta quarta-feira com a Lactalis, uma das maiores empresas de laticínios do mundo. Sartori não participou da última agenda que teria na Alemanha, na cidade de Karlsruhe, apresentando os parques tecnológicos do Estado.

O encontro com a Lactalis durou uma hora e meia e foi reservado, com a participação de diretores e apenas o governador e dois secretários. Nesta quinta-feira, nova reunião vai ocorrer com a direção da empresa. A Lactalis é dona das marcas Elegê, Parmalat e Batavo, entre outras. Se houver acordo, a ideia é anunciar a ampliação da produção no Rio Grande do Sul, por meio da captação de maior quantidade de leite de produtores gaúchos. Já havia a expectativa de anúncio de mudança da sede da empresa no Brasil, de São Paulo para Porto Alegre.

Leia mais:
Governador faz roteiro pelo interior da Alemanha buscando investidores
Primeiro dia de encontro de empresários na Alemanha termina com churrasco e caipirinha gaúcha
Governador Sartori chega à Europa para negociar investimentos no RS

— Este investimento da Lactalis é fundamental e determinante, pois a partir daí outros poderão acontecer no futuro. Estamos muito empenhados nesse processo para que possamos consolidar o investimento, e a expectativa é muito positiva neste sentido — afirmou o secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo.

Atualmente, 60% da captação nacional de leite da empresa vem do Rio Grande do Sul. São quatro fábricas: Três de Maio, Ijuí, Santa Rosa e Teutônia. Oito mil produtores gaúchos vendem leite à Lactalis. Conforme a empresa, a produção atual gera R$ 1,5 bilhão, por ano, para a economia do Rio Grande do Sul.

A missão do Piratini ainda tem compromissos nesta quinta-feira na Embaixada do Brasil em Paris, e encontro fechado com a direção do Grupo Carrefour.

Diário da França

- Os franceses redobram o cuidado com a segurança após os ataques terroristas em Paris. Até mesmo lojas e galerias estão fazendo revista na entrada dos clientes, que chegam a formar fila para ingressar nos locais. São revistadas bolsas e seguranças utilizam detectores de metal.

- Também chama a atenção em Paris outros problemas de grandes metrópoles: congestionamentos em vários horários. Para percorrer trecho de 20km, empresários gaúchos levaram 2 horas na manhã desta quarta-feira. Ambulantes são vistos por quase toda a cidade. Moradores de rua estão presentes nos pontos mais tradicionais.

- Empresários gaúchos que estavam com o governador na Alemanha visitaram hoje a Sial, uma das maiores feiras de alimentação do mundo, que ocorre em Paris. São 7 mil expositores. Destes, 102 são do Brasil, sendo 14 gaúchos. Alguns produtos expostos chamam a atenção, como vodca com energético em bisnagas, e não garrafas. Lembra a embalagem de pasta de dente.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.