Economia

Chanceler argentino diz que país confia nas instituições brasileiras

Por: Estadão Conteúdo
14/07/2017 - 22h19min

O ministro de Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie, disse que o país vizinho acompanha a crise política brasileira e confia nas instituições brasileiras. Faurie visitou o Brasil nesta sexta-feira (14) e se encontrou com o presidente Michel Temer e com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes.

"O Brasil é nosso parceiro e tudo o que acontece aqui é primeira prioridade. Confiamos plenamente em todos os mecanismos institucionais do Brasil", afirmou, em conversa com jornalistas na Embaixada da Argentina.

O chanceler lembrou que na próxima quinta-feira (20) o Brasil recebe a presidência do Mercosul. Ele afirmou que, mesmo em meio à crise política, a equipe brasileira continua com as negociações do acordo de livre comércio com a União Europeia, assim como os argentinos.

"Podemos encontrar uma viabilidade e ser um modelo em um momento em que todos dizem que não existirá acordo de livre comércio. A resposta neste momento é um comércio inteligente", afirmou.

Faurie disse que há três reuniões marcadas neste ano para discutir o tema e que a expectativa é que os termos gerais do acordo sejam anunciados em dezembro.

O chanceler disse que Temer teve uma "grande deferência" ao recebê-lo pela manhã, e que não foram discutidas questões relativas à crise política. "A questão interna da política é de cada um".

Mais cedo, os ministros da Argentina e do Brasil anunciaram que assinarão um acordo para acabar com a bitributação de produtos no comércio entre os dois países. O secretário de Relações Econômicas Internacionais da Argentina, Horácio Reyses, disse que o aumento no déficit argentino no comércio com o Brasil não é preocupante. "Buscamos o aumento do comércio entre os dois países", acrescentou.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.