Em promoção

Roupas de inverno lideram vendas para Dia dos Pais em Porto Alegre 

Entidades do varejo acreditam em boas vendas neste ano, apesar da crise

12/08/2017 - 12h47min | Atualizada em 12/08/2017 - 12h47min
Roupas de inverno lideram vendas para Dia dos Pais em Porto Alegre  Jean Pimentel/Agencia RBS
Lojistas estão colocando preços atrativos nos itens para queimar o estoque Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS  

Apesar das temperaturas amenas, as roupas de inverno lideram as vendas para o Dia dos Pais em Porto Alegre. O motivo, segundo o Sindilojas, é que os lojistas estão colocando preços atrativos nos itens para queimar o estoque. Casacos e blusões figuram entre os mais vendidos.  

— Há muitas promoções para o Dia dos Pais. Com isso, o pessoal está comprando presentes melhores por um preço menor — comenta Paulo Kruse, presidente do Sindilojas.  Além de casacos, lideram as buscas em Porto Alegre calçados, perfumes, ferramentas e itens de tecnologia. 

Leia mais:
Eletrobrás quer poupar R$ 1,5 bi com pessoal
AGU vai à Justiça por reparação da GM

O sábado (12) é de muita movimentação em shoppings de pessoas que deixaram para comprar os presentes na última hora. Prevendo o mesmo para amanhã, o acordo do Sindilojas admite que lojas de shoppings possam abrir em horário normal.

Vendas devem repetir 2016
A previsão pessimista para as vendas de presentes para o Dia dos Pais neste ano não está se concretizando, segundo Kruse. Um estudo inicial feito pelo Sindilojas esperava venda menor em 2017 em comparação com o ano passado, mas a alta procura leva a entidade a acreditar que os números irão se equivaler. 

— Mesmo com a crise, o movimento está muito grande, então a expectativa é de que seja um empate com o percebido no ano passado — comemora Kruse. 

A expectativa é ainda melhor para a Associação Gaúcha para o Desenvolvimento do Varejo. O presidente, Vilson Noer, diz que um estudo organizado pela entidade junto aos lojistas de todo Estado aponta para um aumento nas vendas de 3,2 % em comparação com 2016.

— O ambiente está mais positivo e há um clima de maior confiança na economia, o que faz com que as pessoas comprem mais — considera Noer.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.