Duelo político

Fortunati e Manuela passam por sabatina em busca de apoio do PP nesta segunda

Candidatos do PDT e PC do B vão apresentar propostas aos integrantes do diretório progressista

04/06/2012 | 11h22

Será sob regras rígidas que José Fortunati (PDT) e Manuela D'Ávila (PC do B), os dois candidatos mais bem posicionados nas pesquisas eleitorais em Porto Alegre, disputarão hoje à noite um cobiçado aliado. Uma centena de membros do PP vai ouvi-los no plenarinho da Câmara de Vereadores para decidir qual deles o partido apoiará na corrida pela prefeitura.

Manuela fala às 19h15min.  Fortunati, às 20h15min. Entre um e outro, há um intervalo de 15 minutos — que é para a deputada ir embora e o prefeito se preparar.

Se depender da organização do evento, os dois nem devem se cruzar. Não podem assistir à performance do oponente.

Os cem espectadores, que compõem o diretório municipal do PP, vão votar na convenção da legenda marcada para daqui a sete dias. Em um pleito que deverá ser definido voto a voto, o candidato da sigla enfim será conhecido: Fortunati (o preferido de todos os vereadores do PP) ou Manuela (a preferida da senadora Ana Amélia Lemos).

As regras de hoje à noite foram estabelecidas por uma comissão eleitoral criada pelo PP. Para evitar constrangimento aos candidatos, a orientação é que os militantes evitem manifestações ruidosas. Faixas, gritaria, tudo deve ser evitado. A ideia é que o evento seja o mais formal possível.

— Fortunati e Manuela nem vão se encontrar. Cada um chega no seu horário, fala por 45 minutos e vai embora. Senão vira um debate eleitoral, e aí fica complicado — diz o presidente em exercício do PP de Porto Alegre, vereador Kevin Krieger.

Durante o tempo de cada um, os candidatos devem se debruçar sobre dois aspectos principais, segundo Krieger:

1. O que planejam para a Capital nos próximos quatro anos.

2. Qual seria a participação do PP nesse governo.

Ontem, enquanto Fortunati participava de um ato que oficializou sua coligação com nove partidos, na sede do PDT, Manuela se dedicou em casa à apresentação de hoje. No sábado, foi a vez de Manuela participar de um evento político: discursou no 15º Congresso Estadual da União da Juventude Socialista, enquanto o prefeito preparava a palestra desta noite.

AS ESTRATÉGIAS DOS PRÉ-CANDIDATOS

Manuela D'Ávila

— A primeira parte da explanação de Manuela será dedicada a falar da cidade. Ela dirá que Porto Alegre (hoje administrada por Fortunati) mantém problemas sérios de segurança, saúde e mobilidade urbana. A falta de informatização no agendamento de consultas médicas seria um exemplo de gestão atrasada.

— Além de garantir a vaga de vice-prefeito ao PP, Manuela dirá que o protagonismo do partido em sua gestão vai representar a superação da "grenalização política do Estado". Será uma forma de se defender dos que acusam a distância ideológica entre PC do B e PP. O mote é "unir forças para superar desafios".

— A insistência na palavra "protagonismo" também será percebida quando o assunto forem eleições proporcionais. O PP, conforme Manuela, terá chances de eleger mais vereadores caso se coligue com o PC do B — porque os candidatos comunistas têm menor desempenho eleitoral do que os apoiadores de Fortunati.

José Fortunati

— Em seu pronunciamento ao diretório do PP, Fortunati expressará a ideia do "time que está ganhando, não se mexe". Ele dirá que o partido é peça fundamental em uma administração aprovada por 72% da população (índice do Ibope, divulgado em abril). Portanto, o PP merece ser ainda mais valorizado.

— O número de secretarias e cargos que o PP ocupa atualmente na prefeitura será ampliado em uma eventual reeleição de Fortunati. Embora partidos de expressão como PMDB e PTB já disputem os principais espaços, Fortunati vai garantir que o tratamento ao PP será equânime, mas evitará dar detalhes.

— Após uma resistência inicial em ceder ao PP uma coligação na chapa proporcional (em que os candidatos a vereador de diferentes partidos concorrem na mesma lista), Fortunati vai oferecer mais de uma opção ao partido: os candidatos do PP poderão se coligar com o PDT ou com o PMDB, como preferirem.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.