Versão mobile

Morte de Eduardo Campos

"É uma perda para além das nossas divergências", declara Dilma

Presidente decretou luto oficial e anunciou suspensão das atividades de campanha por três dias

13/08/2014 - 17h13min
"É uma perda para além das nossas divergências", declara Dilma Roberto Stuckert Filho/Divulgação presidência da República
Presidente Dilma concedeu entrevista coletiva pouco antes das 17h, e decretou luto oficial de três dias Foto: Roberto Stuckert Filho / Divulgação presidência da República

A presidente Dilma Rousseff decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos. Pelo mesmo período, anunciou que vai suspender as atividades de campanha pessoais.

Pouco antes das 17h, Dilma concedeu entrevista coletiva, na qual lembrou que a última vez em que esteve com Campos foi no funeral de Ariano Suassuna e aproveitou para destacar as qualidades do político:

— O Brasil perde uma forte liderança. Um homem que poderia galgar cargos mais altos. Sem sombra de dúvidas, é uma perda, para além das nossas divergências — declarou.

Leia mais:
"O avião caiu de bico, a uns 65 graus", relata morador de Santos
A trajetória de Eduardo Campos em cinco momentos
Candidato estava em terceiro na corrida pela Presidência

A presidente ainda ressaltou que o ex-governador de Pernambuco foi um pai e marido exemplar e estendeu os pêsames aos assessores de Campos e aos pilotos que também morreram no acidente aéreo.

— Espero que o exemplo do Eduardo Campos sirva para mantê-lo vivo nas memórias e nos corações dos brasileiros. É um momento de pesar e tristeza. Um momento em que devemos um reconhecimento. E nós fomos afetados pela fragilidade da vida. Mas também pelo exemplo e a força das pessoas — concluiu Dilma.

Pouco antes das 16h, foi publicado no Diário Oficial da União, em edição extra, a declaração do luto oficial contado a partir de hoje. As bandeiras do Palácio do Planalto e do Palácio da Alvorada foram posicionadas a meio mastro.


Nota de pesar divulgada pela coordenação da campanha Dilma Rousseff:

 
A campanha de Dilma Rousseff está de luto pela tragédia que vitimou o candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB).

Manifestamos nosso profundo sentimento de pesar pela perda do ex-governador de Pernambuco, ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação do governo Lula e nos solidarizamos com seus amigos, parentes e correligionários. Também manifestamos a nossa solidariedade aos familiares dos integrantes da equipe de trabalho de Eduardo Campos que foram vitimados no trágico acidente aéreo.

As nossas atividades de campanha estão suspensas em todo o Brasil. Estamos ainda orientando as nossas candidaturas estaduais a adotarem o mesmo procedimento.
O Brasil perde uma grande liderança, um jovem político comprometido com o projeto de construção de um Brasil mais justo e igualitário.

Jato com Eduardo Campos cai no litoral paulista

 

Relembre momentos da trajetória de Eduardo Campos

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.