Apoio à família

Familiares e amigos vão à casa de Eduardo Campos, em Recife, prestar solidariedade

Ana Arraes, mãe do ex-governador, e o prefeito Geraldo Júlio estão no local. Clima em Recife é de comoção e perplexidade com a morte prematura do líder político

Atualizada em 14/08/2014 | 01h1214/08/2014 | 00h14
Familiares e amigos vão à casa de Eduardo Campos, em Recife, prestar solidariedade Carlos Rollsing/Agencia RBS
Amigos e familiares continuam chegando à casa da família de Campos, em Recife Foto: Carlos Rollsing / Agencia RBS
Amigos e familiares de Eduardo Campos (PSB) chegam a todo instante, já no início da madrugada desta quinta-feira, na residência do ex-governador de Pernambuco, no bairro Dois Irmãos, em Recife.

Consternadas, as pessoas ingressam em silêncio na residência, onde prestam solidariedade à esposa, Renata, e aos filhos de Eduardo, morto nesta quarta-feira em um acidente de avião em Santos, onde teria compromissos da sua campanha à Presidência.

Leia todas as notícias sobre a morte de Eduardo Campos
Rosane de Oliveira: "é a maior tragédia envolvendo políticos na história recente"

Lideranças do PSB, como o prefeito de Recife, Geraldo Júlio, estão no local. A mãe de Eduardo, a ex-deputada e ministra do TCU Ana Arraes chegou na casa do filho por volta das 18h. Nesta quinta-feira, uma comitiva pernambucana deverá ir a São Paulo para fazer o procedimento de reconhecimento dos corpos. Em Recife, a população recebeu a notícia com tristeza e perplexidade. Reeleito para governar Pernambuco em 2010 com 83% dos votos, Eduardo é querido e lembrado por realizações nas áreas da educação, segurança e economia.

Marina Silva: "Tragédia nos impõe profundo luto e tristeza"

— Todos estão tristes. Tem de bater palma com força para ver se a gente acorda e acredita no que está acontecendo. É uma pena, ele poderia até não ganhar a eleição para presidente, mas iria incomodar. Uma vez ele foi no aeroporto buscar um familiar. Foi abraço pelas pessoas e tirou fotos com todos. Estava de bermuda, nem parecia governador — conta o taxista Jailson José dos Santos, 37 anos, que trabalha no aeroporto Internacional Gilberto Freyre dos Guararapes.

Embora não haja confirmação de quando o corpo de Eduardo Campos chegará ao Recife, ele deverá ser velado no Palácio do Campo das Princesas, local de onde governou Pernambuco por quase oito anos, deixando o cargo para concorrer à Presidência com altos índices de aprovação popular.

O enterro será no cemitério de Santo Amaro, no jazigo da família, onde Eduardo Campos repousará ao lado do avô Miguel Arraes, histórico líder político de Pernambuco.

Com o Estado em luto, o jogo do Santa Cruz, que ocorreria na noite desta quarta-feira em Recife, foi cancelado. Amigos e familiares continuam chegando à casa de Eduardo Campos, mesmo no início da madrugada. Por volta das 00h30min, o deputado estadual Miki Breier (PSB-RS) chegou ao local para prestar solidariedade.



Pouco antes da 1h desta quinta-feira, o prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB), deixou a residência de Eduardo Campos. Abatido, não deu declarações. Geraldo Júlio é um dos políticos mais próximos do ex-governador. Com o apoio dele, foi eleito em 2012 para governar a cidade.

Jato com Eduardo Campos cai no litoral paulista:

 

Relembre momentos da trajetória de Eduardo Campos


Jato caiu no bairro Boqueirão, na região central de Santos:

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.