Política

Justiça aceita denúncia contra Néspolo, Feldmann e Alceu Barbosa em Caxias do Sul

Ação oferecida pelo PT acusa a chapa de promover uso da máquina pública para favorecimento em campanha

Por: Zero Hora
20/09/2016 - 22h59min | Atualizada em 20/09/2016 - 23h12min

A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul aceitou nesta terça-feira denúncia feita contra o candidato à prefeitura de Caxias do Sul Edson Néspolo (PDT), e seu vice Antonio Feldmann (PMDB), da coligação Caxias para Todos, e o atual prefeito do município, Alceu Barbosa Velho (PDT), por uso da máquina pública e abuso de poder. Com a decisão, os três passam a ser investigados pelos órgãos competentes.

Leia mais:
Quem é Paulo Freitas, candidato do PCdoB a vice-prefeito de Caxias
Urnas eletrônicas já recebem dados dos candidatos e eleitores de Caxias

A denúncia, oferecida ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pelo PT, foi aceita pelo juiz eleitoral Carlos Frederico Finger. A coordenação da campanha do PT encaminhou uma ação de investigação judicial eleitoral na qual acusa a chapa adversária de utilizar a máquina pública para promover Néspolo na disputa pelo comando de Caxias do Sul.

Segundo os petistas, a irregularidade teria acontecido em evento de entrega das obras do asfaltamento e da ampliação da Rua Cristóforo Randon, no bairro Euzébio Beltrão de Queiroz, no último dia 3 de setembro. Conforme representantes do partido, na ocasião, houve promoção da campanha de Néspolo, com o apoio de Alceu Barbosa, que não concorrerá à reeleição.

Dependendo do resultado das investigações da Justiça Eleitoral, a candidatura da chapa de Néspolo e Feldmann pode ser impugnada.

Contraponto

Procurado pela reportagem de ZH, o advogado da coligação Caxias para Todos, Sezer Cerbaro, preferiu não comentar o caso, porque, segundo ele, "a equipe ainda não teve tempo de analisar a decisão da Justiça Eleitoral". O representante jurídico disse que pretende utilizar o limite de cinco dias, disponibilizado pela Justiça Eleitoral, para estudar a determinação e tomar as medidas cabíveis.

O atual prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho (PDT), disse "que não fez nada de errado e que nunca usou o cargo de prefeito para fazer campanha para outro candidato".

— Eles (autores da denúncia) sempre fizeram uma campanha difamatória contra a minha pessoa e agora querem me acusar de fazer o mesmo. 

Perguntado sobre as medidas que serão tomadas diante da denúncia, Barbosa disse não estar preocupado, porque "não fez nada de errado".

— Vou me defender dentro da lei e da ordem e provar, mais uma vez, que não fiz nada de errado — conclui.

*Zero Hora

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.