Porto Alegre

Coordenador de campanha de Sebastião Melo é encontrado morto

Corpo de Plínio Zalewski estava na sede do PMDB; perícia investiga as circunstâncias da morte

17/10/2016 - 15h18min | Atualizada em 17/10/2016 - 19h20min
Coordenador de campanha de Sebastião Melo é encontrado morto Carlos Macedo/Agencia RBS
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Coordenador do plano de governo da campanha de Sebastião Melo (PMDB) à prefeitura de Porto Alegre, Plínio Zalewski foi encontrado morto nesta segunda-feira na sede do partido, na Cidade Baixa. A morte foi confirmada pelo presidente do partido e um dos coordenadores da campanha, Antenor Ferrari, no início da tarde. Segundo a Polícia Civil, o corpo estava com marcas de corte por faca na região do pescoço. A hipótese mais citada pelos investigadores é a de que Plínio teria cometido suicídio.

— Em princípio, é uma situação compatível com suicídio — resumiu o delegado Paulo Grillo, diretor do Departamento de Homicídios.

O corpo foi localizado no início da tarde por integrantes da campanha de Melo. A polícia suspeita que a morte tenha ocorrido ainda na noite passada, porém só teria sido descoberta à tarde porque poucos funcionários foram trabalhar no período da manhã. Ao lado de Plínio, foi encontrada uma faca e um bilhete escrito à mão. Os peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) vão analisar o material, mas o chefe do órgão, Cleber Muller, afirmou que o papel estava sujo de sangue, o que dificulta a leitura do texto.

Ao lado de diversos políticos do PMDB e das siglas que o apoiam na disputa municipal, o candidato Sebastião Melo fez um rápido e emocionado depoimento sobre Plínio. Aos prantos, o peemedebista destacou que o colega de partido foi fundamental na elaboração das propostas.

— Para mim, política é sinônimo de paz. E vai continuar sendo — afirmou, no fim do pronunciamento.

No último sábado, Zalewski, segundo a Justiça Eleitoral, foi quem recebeu a incursão de um oficial de Justiça em um comitê de campanha, na Rua Riachuelo, no bairro Centro Histórico. Segundo o auto de verificação da ação, o coordenador afirmou que o local "é destinado a instalação e funcionamento da assessoria de comunicação da Coligação Abraçando Porto Alegre". A visita causou desconforto entre as chapas de Marchezan e Melo, que divergem sobre acusações de invasão por parte de membros da coligação do tucano.

Leia mais:

Chapas de Melo e Marchezan divergem sobre suposta invasão de comitê
Comitê de Nelson Marchezan Júnior é alvo de disparos no bairro Azenha
Perícia preliminar indica que incêndio no DEP foi criminoso

Casado com a psicóloga Luciana e pai de três meninas, Zalewski estava desaparecido desde o final de semana. Ele teria ligado para a mulher no início da tarde de domingo, avisando que estava indo almoçar em casa. Desde então, não foi mais visto. Aos 53 anos, era servidor da Assembleia Legislativa e um dos principais coordenadores da campanha do PMDB. Nos últimos dias, estaria abatido diante da virulência da campanha na Capital.

Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Nas últimas semanas, Zalewski havia sido alvo de três ações judiciais da campanha de Nelson Marchezan Júnior (PSDB). Numa delas, o Tribunal Regional Eleitoral determinou que postagem feita por ele na internet fosse retirada de uma rede social por ser ofensiva à honra do tucano.As duas ações tramitando contra ele eram uma por dano moral e outra criminal, por injúria, calúnia e difamação.

Em nota, o PMDB lamenta o "trágico falecimento do seu valoroso companheiro de lutas" e suspendeu, em sinal de luto, as atividades partidárias e eleitorais por 24 horas. Confira a íntegra do texto do partido:

"Nota de pesar pelo falecimento de Plínio Alexandre Zalewski Vargas

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), por seu Diretório municipal de Porto Alegre, expressa profundo pesar pelo trágico falecimento do seu valoroso companheiro de lutas Plínio Alexandre Zalewski Vargas e solidariza-se com seus familiares, inúmeros amigos e companheiros de caminhada.

Plínio tem uma história dedicada ao desenvolvimento do Rio Grande do Sul, com especial foco na cidade de Porto Alegre, sendo reconhecido pelo seu trabalho comprometido e leal. Atualmente contribuía de forma valorosa como um dos coordenadores do Plano de Governo da campanha de Sebastião Melo a prefeito de Porto Alegre.

O Diretório municipal do PMDB, diante deste triste episódio, declara luto, suspendendo por 24 horas as atividades partidárias e eleitorais.

Antenor Ferrari, presidente do Diretório municipal do PMDB de Porto Alegre."

Marchezan também suspendeu as ações de campanha por, pelo menos, 24 horas. Segundo o candidato tucano, a decisão é em solidariedade "à família, aos amigos e ao PMDB". O prefeito José Fortunati também publicou nota de pesar:

— É com profundo pesar que registro o passamento prematuro do companheiro Plinio Alexandre Zalewski Vargas, um grande amigo com quem militei na política desde a década de 1980 e colega aqui na Prefeitura, desde o início de nossa administração.

É com profundo pesar que registro o passamento prematuro do companheiro Plinio Alexandre Zalewski Vargas, um grande amigo com quem militei na política desde a década de 1980 e colega aqui na Prefeitura, desde o início de nossa administração. Aprendi a admirar a sua inteligência e a visão de mundo que o permitia transitar pelos mais diversos ambientes, dos mais humildes aos mais intelectuais, sem perder a noção da realidade que, em seu universo, buscava transformar para melhor. Nesse momento de luto para todos, muito mais para os seus familiares, me uno à dor dos amigos e companheiros, não apenas do PMDB, mas de todos os partidos que com ele conviveram. E especialmente dirijo à família do Plinio minha palavra de solidariedade. Que Deus esteja com eles e lhes dê conforto, nessa hora tão difícil.

Uma foto publicada por José Fortunati (@jafortunati) em


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.