Política

Zalewski demonstrava incômodo com vídeo publicado no YouTube

Plínio Zalewski pediu exoneração da Assembleia Legislativa no mesmo dia em que foi publicado vídeo que questionava sua atuação na campanha

Por: Zero Hora
17/10/2016 - 19h56min | Atualizada em 18/10/2016 - 17h22min

Além de três queixas-crime impetradas pelo comitê de campanha de Nelson Marchezan Júnior (PSDB), o coordenador do programa de governo de Sebastião Melo (PMDB), Plínio Zalewski, também relatava a pessoas próximas "profundo incômodo" com um vídeo publicado no YouTube com críticas à sua atuação na campanha eleitoral. Zalewski foi encontrado morto nesta segunda-feira na sede do partido, e a polícia trata o caso, preliminarmente, como suicídio.

No vídeo, um jovem ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL) acusa Zalewski de trabalhar na campanha de Melo durante seu horário de expediente na Assembleia Legislativa.

Leia mais:
Quem era Plínio Zalewski, coordenador da campanha encontrado morto
"Acho que não tem a menor relação", diz youtuber que gravou vídeo com denúncia contra Zalewski

Nas imagens (veja no player acima), o apresentador do canal MAMAEFALEI pergunta a Melo sobre a atuação de Zaleswski na eleição, percorre gabinetes da Assembleia e o comitê do PMDB atrás do peemedebista, encerrando a busca no Ministério Público, onde protocola denúncia sobre o caso. Servidor lotado na Comissão de Educação da AL, Zalewski pediu exoneração do cargo em 29 de setembro, mesmo dia em que o vídeo foi publicado.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.