Redenção ganha chimarródromo que fala

Parceria entre prefeitura da Capital e Pepsi garante instalação de equipamento que fornece água quente

10/06/2010 - 06h11min
Redenção ganha chimarródromo que fala Tadeu Vilani/
A máquina, que custou R$ 12 mil, encherá garrafas com 900 ml de água quente Foto: Tadeu Vilani  
Tradicional ponto de mateada na Capital, o Parque da Redenção ganhou ontem um chimarródromo que fala, enquanto esquenta a água para o chimarrão.

A inovação foi desenvolvida por uma empresa gaúcha a pedido da Pepsi, que renovou com a prefeitura, até setembro de 2014, a parceria para recuperar o parque e parte da orla do Guaíba.

O equipamento que fornece água quente a uma temperatura de 78°C — com variação máxima de cinco graus — está localizado junto à entrada do Café do Lago, nas proximidades da administração. Por fora, a aparência é a de um borrifador de água como os espalhados pela orla, mas por dentro o funcionamento é diferente.

Para liberar a água quente, a máquina requer a colocação da garrafa térmica em um compartimento, que deverá ficar completamente fechado. Depois, é preciso pressionar um botão vermelho situado na parte superior do equipamento.

— Para evitar o uso incorreto, o aparelho tem um sensor que identifica a presença da garrafa térmica — explica Afonso Finger, consultor técnico e projetista da 5RS Soluções Sustentáveis.

Ao se aproximar da máquina, o usuário ouve instruções de como deverá operá-la. No momento em que a garrafa cheia for retirada, escutará dicas de condutas que podem melhora a convivência no parque, como não jogar futebol sobre a grama dos canteiros. A máquina, que custou R$ 12 mil, está programada para encher completamente a garrafa com 900 ml de água quente. O fornecimento é gratuito, mas feito apenas durante o dia, em horário que não foi definido.

Dirigindo-se ao presidente da Pepsi no Brasil, Paulo Campbell, o prefeito José Fortunati disse, com bom humor, que o chimarródromo vai solucionar um problema dos apreciadores do chimarrão:

— A capacidade das garrafas térmicas é de um litro, no máximo um litro e meio, e logo termina o mate.

O chimarródromo é mais uma novidade fruto da parceria entre Pepsi e prefeitura. Por mais quatro anos, a empresa continuará renovando a orla e o parque com investimento estimado em R$ 5,6 milhões.

Nos próximos meses, serão instalados na Redenção mais 76 postes, cem lixeiras e 78 bancos, conforme o secretário municipal do Meio Ambiente, Professor Garcia. Os recantos do parque serão sinalizados e duas quadras novas esportivas serão construídas. Há promessa ainda de recuperar todos os monumentos do parque. Na orla, serão 50 novos postes, equipamentos de ginástica, uma nova quadra esportiva e sinalização da pista de corrida.

Desde 2008, quando a parceria teve início, já foram investidos R$ 2,4 milhões, segundo a Pepsi. Entre as melhorias na Redenção, estão a restauração da fonte luminosa, praças infantis, orquidário e píer do lago. Na orla, as principais obras foram a recuperação de quadras esportivas, iluminação e paisagismo.

O chimarródromo

Como operar o equipamento que fornece água quente gratuita junto à entrada do Café do Lago:


1 — Coloque a garrafa térmica vazia no compartimento da máquina

2 — Feche completamente a porta e pressione o botão vermelho situado na parte superior

3 — Aguarde a máquina informar que a garrafa está cheia e retire

4 — O fornecimento de água será gratuito

5 — A máquina está programada para encher completamente uma garrafa de 900 ml

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.