Cachorro deixado dentro de carro causa alvoroço na Rua Santana, em Porto Alegre

Animal estaria sofrendo com o calor e acabou sendo resgatado por policiais militares

12/10/2010 - 15h46min
Cachorro deixado dentro de carro causa alvoroço na Rua Santana, em Porto Alegre Genaro Joner/
Poodle foi deixado dentro do carro sob forte calor, o que chamou atenção de pessoas e motivou resgate por parte de policiais militares Foto: Genaro Joner  
Um cachorro provocou alvoroço nesta terça-feira no horário do almoço na Rua Santana, na Capital. O poodle, deixado no banco de trás de um automóvel próximo ao número 141, abaixo de sol forte, foi resgatado por policiais militares.

Os brigadianos foram chamados por moradores da região, que sensibilizaram-se ao ver o cão de pouco mais de um palmo e meio sofrendo de calor dentro do carro.



O soldado Christian Bittencourt e um colega abriram o automóvel com um arame.

— Além de terem chamado a polícia, o povo se avançou numa viatura que estava passando. Chegaram a ter quatro brigadianos no local e mais de 20 pessoas em volta do carro — explicou Bittencourt, enquanto esperava os donos voltarem para lhe informar do ocorrido.



Quando foi tirado de dentro do carro, o cão recebeu água e comida. As pessoas que o socorreram disseram que iam esperar os donos voltarem para devolver o bicho são e salvo.

— Eles iam cometer "cachorricídio"— disse a dona de casa Susana Caringi, 70 anos, que tem cinco cadelas.

Os donos do automóvel, com placa de Garibaldi, chegaram cerca de duas horas depois do suposto abandono e foram embora sem dar muita explicação e sem mesmo esperar o soldado, que os procurava de moto pela região.

A família, chocada com a repercussão do próprio ato, contou que tinha ido almoçar e que que estava impressionada com a reação das pessoas.