Diretor da EPTC diz que órgão não foi avisado sobre pedalada coletiva

Grupo de ciclistas foi atropelado por veículo na Cidade Baixa

25/02/2011 | 22h09
Diretor da EPTC diz que órgão não foi avisado sobre pedalada coletiva Ricardo Duarte/
Cerca de 15 pessoas ficaram feridas Foto: Ricardo Duarte
O passeio dos ciclistas que acabou no atropelamento de dezenas de participantes na noite de sexta-feira, em Porto Alegre, não teve acompanhamento de agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). De acordo com o diretor do órgão, Vanderlei Cappellari, a EPTC não foi avisada sobre a ação.

Cappellari avisou que não informar sobre um movimento que interferirá no trânsito o transforma em uma atividade irregular. Sobre o atropelamento, o diretor afirmou que espera auxiliar a Brigada Militar a encontrar o motorista suspeito de ter avançado sobre os ciclistas.

  Isso com certeza não é uma ocorrência normal de trânsito   classificou.

Os passeios do grupo, denominado Massa Crítica, ocorrem na última sexta-feira de cada mês. Nesta sexta, depois de partirem após as 19h do Largo Zumbi dos Palmares, no bairro Cidade Baixa, os participantes fecharam a Rua José do Patrocínio.

Um motorista, supostamente irritado com o trancamento, acelerou contra os ciclistas. Dezenas de pessoas ficaram feridas e pelo menos 20 bicicletas foram avariadas. Oito pessoas foram encaminhadas ao Hospital de Pronto Socorro (HPS), uma delas com politraumatismo.

O Massa Crítica: 

O grupo Massa Crítica defende a bicicleta como meio de transporte mais democrático e sustentável, em contraponto aos uso de carros, motos e ônibus. 

Veja no mapa o local do acidente:


Exibir mapa ampliado


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.