Jovem com deficiência supera obstáculos e se formará em Pedagogia

Contrariando laudos de que teria dificuldades para se alfabetizar, Bruna receberá o canudo em agosto deste ano

26/03/2011 - 17h33min
Jovem com deficiência supera obstáculos e se formará em Pedagogia Emílio Pedroso/Agencia RBS
Em seu trabalho de conclusão, Bruna retrata a própria história, discorrendo sobre a relação da família e da escola no processo de inclusão Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS  

Bruna Trindade Antunes vem derrubando prognósticos em torno de alunos com deficiências. Primeiro, diagnosticaram que demoraria “alguns anos” para se alfabetizar. Ela aprendeu a ler e escrever na 1ª série. Depois, avisaram que não iria longe nos estudos. Pois deverá se formar no curso de Pedagogia, em agosto, na Faculdades Integradas São Judas Tadeu, da Capital.

Em 1990, aos sete anos, Bruna foi dispensada da primeira escola em que se matriculou, na rede particular. Encaminhada para exame médico e psicológico em uma universidade, atestaram que o seu “quociente intelectual não vai além de 67, o que configura um característico quadro de debilidade mental”. Previram que demoraria para se alfabetizar.

O laudo não abateu Bruna e seus familiares. Levada a uma escola pública, foi acolhida pela professora Maria Júlia Canibal, que não se conformou com as conclusões sobre a deficiência. Notava que a aluna apresentava dificuldades motoras, principalmente ao se locomover, mas demonstrava uma vontade férrea de aprender.

– Acreditei na capacidade dela, pedi que os outros alunos ajudassem – conta Maria Júlia.

Leia a reportagem completa na edição impressa de Zero Hora

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.