Faixa com a palavra "Socorro" protesta contra as condições do Viaduto Otávio Rocha, na Capital

Manifesto chamou atenção de quem circulou pela Avenida Borges de Medeiros, no Centro

17/08/2011 - 17h29min
Faixa com a palavra "Socorro" protesta contra as condições do Viaduto Otávio Rocha, na Capital Emílio Pedroso/Agencia RBS
Entidades usaram faixa para protestar por melhores condições ao Viaduto Otávio Rocha, na Capital Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS  

Os problemas no Viaduto Otávio Rocha, no centro de Porto Alegre, motivaram protesto nesta quarta-feira. No Dia do Patrimônio Cultural, uma grande faixa com a palavra "Socorro" chamou atenção de quem cruzou pela Avenida Borges de Medeiros.

 
Foto: Emílio Pedroso / Agência RBS

Entre os grupos que participaram do manifesto está a organização Defender - Defesa Civil do Patrimônio Histórico.

— O viaduto está passando por uma série de problemas. Não só de conservação, com as infiltrações e tudo mais. Temos também o aspecto social, com problemas gravíssimos. Além da falta de vigilância e de segurança, quando chegamos aqui hoje eram mais de 20 pessoas dormindo no viaduto, usando a parte de baixo como abrigo — alegou o presidente da entidade, Telmo Padilha Cesar.

Também integram o manifesto os Amigos do Viaduto, a Associação dos Concessionários do Viaduto e o Movimento Utopia e Luta.

— Esse viaduto é um dos principais monumentos de Porto Alegre, além de ser um cartão postal da cidade. Ele merece ser conservado e tratado com respeito. Não é o que vem acontecendo. Na faixa nós colocamos os nomes de Otávio Rocha, Borges de Medeiros e Duque de Caxias. É um modo de pedir ajuda aos mortos, já que os vivos não estão ajudando — completou Padilha.

Contraponto

Conforme o coordenador de Memória Cultural da prefeitura, Luiz Custódio, um levantamento dos problemas do monumento já foi relizado no ano passado. Ele afirma que os principais problemas de estrutura enfrentados pelo Otávio Rocha são a umidade e as infiltrações. 

— Nesse momento, a prefeitura está decidindo retomar um estudo sobre as alternativas para o viaduto — explicou.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.