Tragédia no Norte

Colisão frontal causa morte de três mulheres e deixa feridos em Serafina Corrêa

Acidente ocorreu no km 144 da rodovia Serafina Corrêa-Guaporé (ERS-129)

Atualizada em 19/12/2011 | 10h5419/12/2011 | 05h06
Colisão frontal causa morte de três mulheres e deixa feridos em Serafina Corrêa Comando Rodoviário da Brigada Militar/Divulgação
Acidente ocorreu por volta de 1h no km 144 da ERS-129 Foto: Comando Rodoviário da Brigada Militar / Divulgação

Três mulheres morreram e outros três homens ficaram feridos em uma colisão frontal na cidade de Serafina Corrêa, no norte do Estado, na madrugada desta segunda-feira. O Rio Grande do Sul já registra 22 mortes no trânsito neste fim de semana.

Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o acidente entre um Voyage, com placas de Guaporé, e um Santana, de Serafina Corrêa, ocorreu por volta de 1h no km 144 da rodovia Serafina Corrêa-Guaporé (ERS-129).

Morreram na hora uma passageira do Santana, identificada como Maria Lorenzetti Pierozan, e duas do Voyage: Clarice de Lourdes dos Santos Pereira, 38 anos, e outra ainda não identificada.

Os dois veículos trafegavam com três ocupantes cada. Além das vítimas, outras três pessoas foram encaminhadas ao Hospital Nossa Senhora do Rosário, de Serafina Corrêa, conforme o CRBM. São eles: Rodrigo Pierozan, 26 anos, Loris João Pierozan, 37 anos, e Josué Martim Teles da Silva, 36 anos.

De acordo com informações do hospital, as vítimas sofreram algumas fraturas, na face e na perna, mas não correm risco de morte. Eles devem permanecer sob observação. As causas da colisão ainda são desconhecidas.

Veja os outros acidentes com morte no fim de semana:

Um pedestre foi atropelado na manhã desta segunda-feira na BR-116, em Esteio. Eduardo Dias Velho, 30 anos, atravessava a rodovia para ir ao emprego. O local não tem passarela. O acidente ocorreu no km 255, sentido Capital-Interior, próximo da Vila Pedreira. Foram registrados três quilômetros de congestionamento no local.

Em Ilópolis, no Vale do Taquari, um adolescente morreu atropelado na rodovia Soledade-Guaporé (RS-332). Erick Pereira, 16 anos, morreu na hora, de acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar.

Também na tarde deste domingo, Diego Carloto Saciloto, 29 anos, morreu ao perder o controle do carro, capotar e se chocar contra um barraco em Santiago, na Região Central. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu por volta das 18h40min, no km 396 da rodovia Jaguari-Santiago, na BR-287.  

Outros acidentes deste domingo

No início da manhã deste domingo, em Vera Cruz, uma mulher que viajava com o namorado morreu em uma queda de moto no km 116 da rodovia Santa Cruz do Sul-Candelária (RSC-287). Tiele Daniele Machado, 24 anos, chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Mais cedo, por volta das 7h, o ciclista Daniel Menezes Rosa, 59 anos, morreu depois de ser atingido por um carro no km 18 da ERS-401, em São Jerônimo. A vítima chegou a ser conduzida ao hospital do município, onde morreu.

Por volta das 3h50min, duas pessoas morreram na colisão entre um caminhão e um automóvel Escort em Panambi, no Noroeste. O acidente foi no km 404 da rodovia Panambi-Ijuí (BR-285) e causou a morte de Carlos Cesar da Silva Hahn, 27 anos, e Mariane Falabretti, 25 anos, que estavam no Escort.

No início da madrugada, pai e filho morreram em Novo Hamburgo, na colisão entre um automóvel e a moto em que eles estavam, no centro da cidade. As vítimas são Armindo Flores Júnior, 36 anos, e Lucas Felipe Oliveira Flores, 11

Mortes registradas no sábado

Por volta das 21h de sábado, um motociclista morreu em uma colisão lateral com um ônibus no quilômetro 698 da rodovia Roque Gonzales - Porto Xavier (BR-392), no noroeste do Estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Delson Miranda Marques, de 55 anos, chegou a ser socorrido no local do acidente, mas morreu no hospital de Porto Xavier. Ainda de acordo com a PRF, ele não tinha habilitação para dirigir. O ônibus levava 16 estudantes a uma excursão e nenhum deles ficou ferido.

Um ciclista morreu por volta das 19h de sábado depois de ser atingido por um veículo na Rua Portão, próximo à área onde será construído o Parque Municipal Industrial, em Estância Velha, no Vale do Sinos. Segundo a Polícia Civil, o condutor do veículo envolvido no acidente fugiu do local sem prestar socorro. A vítima, identificada como José Porto Fernandes, 62 anos, seguia de Estância Velha para Portão quando foi atingida.

Em Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, duas pessoas morreram e outras seis ficaram feridas. Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, dois veículos bateram de frente na rodovia que liga a cidade a Santa Cruz do Sul (ERS-287). Um motociclista que vinha atrás também se envolveu. As vítimas foram identificadas como José Mariano Pawlowski, 55 anos, e Luciane Aparecida Santos Couto, 23 anos. O trânsito no local ficou interrompido por quase três horas, o que provocou um engarrafamento de 15 quilômetros.

Na rodovia que liga Viamão a Capivari do Sul (ERS-040), próximo ao limite entre os dois municípios, Rosiane Martins Fernandes, 23 anos, e seu filho de dois anos, que não teve o nome divulgado, morreram atropelados. O motorista disse ao Comando Rodoviário da Brigada Militar que a mulher, que carregava a criança no colo, tentou atravessar a rodovia e não houve tempo para desviar. Uma testemunha, porém, garantiu que o atropelamento aconteceu no acostamento da pista.

O outro atropelamento foi no bairro Agronomia, na Capital. Um homem identificado como Daniel Correa, 43 anos, foi atingido por um ônibus na Avenida Bento Gonçalves.

Já na Serra, Jorge Octávio Temer, 55 anos, perdeu o controle de sua Harley-Davidson e morreu na rodovia que liga Caxias do Sul a São Francisco de Paula (RSC-453), no distrito de Lajeado Grande, interior de São Francisco de Paula. Como não havia marcas de freadas na pista, a suspeita de que ele tenha tido um mal súbito.

Na madrugada, um jovem sem carteira de habilitação também teria perdido o controle da moto que dirigia. Jean Carniel, de 17 anos, morreu no acidente ocorrido na rodovia Pântano Grande-Porto Alegre (BR-290), em Butiá, na Região Metropolitana.

Sexta-feira:

Uma saída de pista causou a morte de Carlos Roberto da Silva, 58 anos, na rodovia Santa Cruz do Sul — Santa Maria (RSC-287), em Candelária, no Vale do Rio Pardo. O caminhão carregado de bebidas seguia no sentido Candelária — Novo Cabrais quando, em um trecho de subida, o motorista perdeu o controle do veículo e despencou pelo barranco de cerca de 40 metros de altura.


Nova campanha contra a violência no trânsito

E, para tentar reverter esse cenário, uma nova campanha do Detran contra a violência no trânsito começa a ser veiculada neste domingo nos meios de comunicação do Estado.

Com o nome de "Desarme-se", a campanha apresenta ao motorista gaúcho o veículo como uma arma, capaz de tirar a vida dele e das outras pessoas. O Presidente do órgão acredita que, para uma redução no número de acidentes, o comportamento dos condutores precisa mudar. Segundo Alessandro Barcellos, o apelo mais realista da campanha segue uma tendência mundial, que já trouxe bons resultados.


Confira os acidentes com
morte em 2011 e em 2010 no RS:

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.