Noite triste

"Ela estava usando a roupa nova que ganhou de Natal", conta mãe de menina que morreu atropelada em carreata do Papai Noel

Enterro de Gabriely está previsto para as 17h deste sábado no cemitério São José

24/12/2011 | 03h52
"Ela estava usando a roupa nova que ganhou de Natal", conta mãe de menina que morreu atropelada em carreata do Papai Noel Weberson Garcia/Arquivo pessoal
Aos seis anos, Bibi entraria para a escola em 2012 Foto: Weberson Garcia / Arquivo pessoal
— Eu não sei mais como vai ser agora — é uma das poucas frases que a mãe que chora a perda trágica e repentina de uma filha, no sul do Estado, limita-se a dizer. Rita de Cássia Gonçalves Lima, de 26 anos, fazia planos de passar a noite de Natal na casa da mãe do atual companheiro, mas o vazio deixado pela morte da filha Gabriely Lima Soares, de seis anos, apagou este e qualquer outro planejamento.

A menina foi atropelada na noite desta sexta-feira por um caminhão que transportava um Papai Noel, no bairro Paraíso, em Pedro Osório, durante uma distribuição de doces na comunidade. Ela chegou a ser levada ao hospital Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

— Ela estava usando a roupa que ganhou de Natal. Era uma blusinha rosa — conta a mãe, que comprou o presente com o dinheiro curto que ganha fazendo bicos e trabalhos temporários como o que faz agora, na linha de produção de pêssegos industrializados em uma fábrica no município de Morro Redondo.

A menina vestia roupa nova e estava enfeitada porque ia com a família a uma festa no centro da cidade quando o acidente aconteceu.

— Nós estávamos esperando o ônibus, mas quando o caminhão chegou e ela viu as crianças correndo, também ficou empolgada. Ela se abaixou para pegar umas balinhas no chão que o Papai Noel jogou e acabou sendo esmagada — relata a mãe.

Bibi, como era chamada, era a filha do meio de Cássia, que tem um filho mais velho, de oito anos, com o pai de Gabriely, e outra filha de um ano e seis meses com o atual companheiro, o padrasto que a menina também chamava de pai.

— Ela ia entrar no colégio esse ano. Gostava de brincar, dançar, era muito alegre — conta Rita.

O caminhão que atropelou Gabriely participava de uma carreata natalina por vários bairros da cidade, promovida pela prefeitura. Segundo a assessoria de comunicação do município, a prefeitura disponibilizou imediatamente assistência social à família, e o evento que aconteceria na praça central depois da carreata foi cancelado. O motorista do veículo deve prestar depoimento à polícia.

O corpo de Gabriely foi levado ao Departamento Médico Legal de Pelotas e deve ser liberado na manhã deste sábado. O velório deve começar por volta do meio-dia no cemitério São José, em Pedro Osório, e o enterro está previsto para as 17h no mesmo local.

Notícias Relacionadas

Pedro Osório 24/12/2011 | 00h20

Menina morre após ser atropelada por caminhão que transportava Papai Noel

Acidente aconteceu durante distribuição de guloseimas no bairro Paraíso

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.