Contra aumento das passagens

Em protesto, estudantes entram em confronto com a polícia na Capital

Manifestação também causou congestionamento em vias centrais de Porto Alegre

27/02/2012 | 20h23
Em protesto, estudantes entram em confronto com a polícia na Capital Adriana Franciosi/Agencia RBS
Pelotão de choque da Brigada Militar cercou o prédio da prefeitura Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Estudantes entraram em confronto com policiais militares e incendiaram contêineres de lixo na noite desta segunda, na Capital.

Em protesto contra o aumento no preço das passagens de ônibus, o grupo também causou congestionamentos em vários pontos da área central da cidade.

O protesto começou em frente ao colégio Júlio de Castilhos, no bairro Santana. Quando chegaram na prefeitura, depois das 20h, os estudantes se desentenderam com brigadianos e seguranças. Um deles chegou a sofrer um ferimento na cabeça.

Em video, veja como foi o protesto

Policiais do pelotão de choque da Brigada Militar cercaram o prédio da prefeitura para impedir a aproximação dos estudantes. Os policiais chegaram a usar spray de pimenta para conter os manifestantes, que pretendiam entrar no prédio.

Os bombeiros foram chamados para combater o fogo nos contêineres de lixo.

Trânsito

O protesto também causou lentidão na avenida João Pessoa, sentido centro-bairro. A Avenida Osvaldo Aranha, no sentido bairro-centro, além de pontos das avenidas Loureiro da Silva, Independência e Borges de Medeiros, também foram afetadas.

A situação atrasou o trânsito público e alguns passageiros aguardaram mais de uma hora por linhas de ônibus nas avenida João Pessoa e Salgado Filho.

No dia 9 de fevereiro, depois de outra manifestação contra o aumento no preço das passagens, a fechada da prefeitura foi pichada.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.
Imprimir