Linha Sarmiento

TV argentina exibe vídeo do acidente com trem que matou 50 em Buenos Aires

Tragédia ocorreu nesta quarta em horário de grande circulação na estação Once

23/02/2012 | 08h33
TV argentina exibe vídeo do acidente com trem que matou 50 em Buenos Aires Juan Mabromata/AFP
Foto tirada logo após o acidente mostra ferros retorcidos e pessoas desesperadas Foto: Juan Mabromata / AFP

O canal de televisão C5N, da Argentina, mostrou nesta quinta-feira as imagens do acidente com trem que deixou ao menos 50 mortos e 676 feridos em Buenos Aires. A tragédia ocorreu às 8h32min desta quarta-feira (9h32min em Brasília), no horário de pico na capital argentina.

A gravação, que foi postada da página do C5N no YouTube, foi feita pelo sistema de monitoramento da estação Once de Septiembre.



O números de 50 mortos e 676 feridos foram informados pelo jornal Clarín na noite de quarta-feira, citando como fonte a Polícia Federal argentina. O trem carregava pelo menos mil pessoas.

Está em Buenos Aires e presenciou o acidente? Envie seu relato, fotos e vídeos

Em horário de circulação intensa, hordas de pessoas que costumam se deslocar de trem da Grande Buenos Aires para trabalhar na capital desembarcam na Estação Once de Septiembre e se dispersam em mais de 30 linhas de ônibus com suas paradas na Plaza Miserere ou se embrenham nas linhas de metrô.

O trem que partiu da cidade de Moreno, na Grande Buenos Aires, havia percorrido 36 quilômetros e se aproximava da plataforma número 2 transportando. As portas já estavam abertas, e a maior parte dos passageiros perfilava-se ansiosa pela saída.

Por um motivo ainda incerto — especula-se que os freios tenha falhado —, o condutor não conseguiu parar e chocou a locomotiva no muro de contenção. Um dos vagões entrou mais de seis metros dentro de outro. Os passageiros caíram com o impacto.

— O trem entrou na estação e não parou até se chocar. Ele vinha parando em todas as estações, como sempre — relatou a passageira Andrea Gómez, 41 anos, ao Clarín e que foi esmagada por outras pessoas que viajavam com ela.

O que se sucedeu foram imagens de ferros retorcidos e pessoas desesperadas. Os feridos eram socorridos, imobilizados no pescoço e deitados lado a lado nas plataformas. Eram dispostos e divididos conforme a gravidade das lesões. Em uma "área verde", onde foram acomodados os de menor gravidade, centenas de pessoas tinham cortes em braços e pernas.

O acidente ferroviário de quarta-feira é o terceiro mais grave da história de Buenos Aires. A zona foi totalmente bloqueada para o deslocamento de mais de cem ambulâncias. Uma perícia deverá indicar as causas do acidente.

Notícias Relacionadas

Tragédia argentina 23/02/2012 | 03h

Chega a 50 número de mortos em choque de trem contra estação em Buenos Aires

Autoridades argentinas contabilizam 676 feridos que estavam no meio de transporte na manhã de quarta-feira

Tragédia sobre trilhos 22/02/2012 | 23h29

Governo argentino defende maquinista de trem acidentado

Colisão contra terminal em Buenos Aires deixou 49 mortos e 600 feridos

Tragédia sobre trilhos 22/02/2012 | 18h34

Sobe para 600 o número de feridos em acidente ferroviário na Argentina

De acordo com o Itamaraty, não há registro de brasileiros entre as vítimas

Fora dos trilhos 22/02/2012 | 10h46

Acidente com trem deixa pelo menos 49 mortos e centenas de feridos na Argentina

Composição se chocou contra a plataforma de uma das estações mais movimentadas de Buenos Aires

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.