Em duas etapas

Regra para retirada de visto americano muda a partir da próxima semana

Quem pedir documento pela primeira vez terá de enfrentar mais burocracia para obtê-lo

26/04/2012 | 06h04
Até que a festejada reabertura do consulado americano em Porto Alegre, prevista para 2014, facilite a vida de gaúchos, mudanças imediatas no sistema de emissão de vistos devem gerar, em parte dos casos, dificuldades adicionais.

Quem pede o documento pela primeira vez, por exemplo, terá de passar não um, mas pelo menos dois dias em São Paulo, Rio de Janeiro ou Recife.

Saiba mais
Veja o que vai mudar

As alterações entram em vigor na segunda-feira. O processo de solicitação terá, agora, duas etapas: a primeira em Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto, que estão sendo criados nessas capitais e em Belo Horizonte, e outra com a tradicional entrevista em consulado. Na embaixada, em Brasília, por enquanto, o sistema permanecerá o antigo.

Em geral, renovações de permissões vencidas há menos de quatro anos serão resolvidas em apenas um local.Quem pede o visto pela primeira vez, porém, terá passagem obrigatória pelas duas etapas. É aí que o procedimento pode criar burocracia para quem mora, por exemplo, no Rio Grande do Sul.

Hoje, como não há consulado no Estado, é necessário viajar a uma das capitais. Como não será possível agendar os dois procedimentos para o mesmo dia, na melhor das hipóteses, será necessário dormir uma noite a mais para completar o trâmite. O intervalo entre as etapas poderá ser de até uma semana.

De forma geral, o sistema facilita o pagamento e unifica taxas. Os postos devem diminuir o tempo de espera para as entrevistas de cerca de 35 dias para menos de 20 dias, em São Paulo.

Em 2011, foram emitidos 950 mil vistos no Brasil. A meta é conceder até 40% a mais de vistos para brasileiros em 2012.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.