Trens parados

Procuradora do Trabalho confirma multa a metroviários por descumprimento de decisão judicial

Valor da multa aos metroviários será de R$ 70 mil por horário de pico

21/05/2012 | 09h17
Procuradora do Trabalho confirma multa a metroviários por descumprimento de decisão judicial  Ronaldo Bernardi/Agência RBS
Paradas de ônibus ficaram lotadas nesta manhã devido à paralisação dos trens Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS
A procuradora regional do Trabalho, Beatriz Junqueira Fialho, confirmou nesta manhã ao programa Gaúcha Atualidade a aplicação de multa ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Transporte Metroviários e Conexas do Rio Grande do Sul (Sindimetrô-RS), que paralisaram as operações do trensurb nesta segunda-feira.

O valor da multa aos metroviários será de R$ 70 mil por horário de pico (das 5h30min às 8h30min e das 17h30min às 20h30min). No primeiro horário de pico do dia, os trens não funcionaram.

A previsão é que a greve se encerre à meia-noite, o que faria a multa chegar a R$ 140 mil.

— Nós lamentamos que não esteja sendo cumprida a decisão judicial — disse a procuradora.

Os oficiais de justiça não teriam conseguido localizar os diretores do sindicato para entregar a notificação da multa. De acordo com o secretário-geral do Sindimetrô-RS, Clóvis Pinheiro, a entidade está ciente da cobrança e irá arcar com ela.

Ouça a entrevista na íntegra:



Acompanhe a situação ao vivo:



Reivindicações:

Além do reajuste salarial de 21,5%, os metroviários criticam o serviço prestado por empresas terceirizadas responsáveis pela manutenção, como conservação dos trilhos.

— A sociedade merece um transporte de qualidade, os passageiros estão correndo risco de vida quando entram no trem. A categoria fica triste de ter que desencadear uma paralisação, mas nós temos essa responsabilidade com a segurança dos usuários. A paralisação é total, 100%, pedimos desculpas aos usuários que terão que buscar medidas alternativas — afirma Pinheiro.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.