Eleições americanas

Ricky Martin apresenta Obama a eleitores gays em Nova York

Após se declarar favorável ao casamento entre homossexuais, presidente americano ampliou o leque de doadores para campanha eleitoral

14/05/2012 | 23h15
Ricky Martin apresenta Obama a eleitores gays em Nova York AP Photo/Pablo Martinez Monsivais/AP
Ricky Martin declarou seu apoio a Obama Foto: AP Photo/Pablo Martinez Monsivais / AP

Diante de uma audiência gay, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tentou nesta segunda-feira capitalizar sua decisão de apoiar o casamento homossexual, ao comparar sua atitude frente ao tema com a do virtual candidato republicano Mitt Romney.

No entanto, o presidente negou-se a afirmar se estaria disposto a conduzir pessoalmente a luta a favor da derrubada da lei que limita o casamento a casais heterossexuais.

Nesse ponto, a campanha eleitoral "vai ser muito contrastante", disse Obama em uma entrevista ao canal de televisão ABC, que poderá ser vista em sua totalidade na terça-feira:

— Aí está o governador Romney dizendo que não pode haver casamentos entre pessoas do mesmo sexo — afirmou Obama.

O líder republicano ratificou no sábado sua oposição à legalização do casamento entre homossexuais, uma posição dividida por uma grande porção do eleitorado conservador americano.

— O casamento institui uma relação entre um homem e uma mulher — afirmou Romney.

Obama concedeu a entrevista em Nova York antes de um evento de arrecadação de fundos organizado pelo Conselho diretivo de LGBT, que promove os direitos dos gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, e foi apresentado pelo cantor porto-riquenho Ricky Martin.

— Nunca nos equivocamos quando ampliamos os direitos e as responsabilidades das pessoas — disse o presidente, em meio a aplausos.

O cantor disse que admira o valor de Obama ao se tornar na semana passada o primeiro presidente americano a afirmar publicamente que defende o direito ao casamento de pessoas do mesmo sexo.

A revista Newsweek publicou em sua capa desta semana uma foto de Obama com uma auréola angelical com as cores do arco-íris (cores símbolo da comunidade gay), e a manchete com a frase: "o primeiro presidente gay".

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.
Imprimir