Susto ao norte de Santiago

Terremoto de 6,4 graus atinge o Chile

Tremor não deixou vítimas, mas provocou cortes de energia elétrica

14/05/2012 | 12h06
Um forte terremoto atingiu na madrugada desta segunda-feira as regiões de Arica e Tarapaca, no norte do Chile e próximas à fronteira com o Peru, sem deixar vítimas, mas provocando cortes de energia elétrica, informou o Escritório Nacional de Emergência (Onemi).

O tremor foi registrado às 6h02min locais (7h02min de Brasília) 42 km ao norte da cidade de Arica, localizada 2,1 mil quilômetros ao norte de Santiago, a uma profundidade de 119,6 km, com base em dados do Serviço Sismológico Nacional da Universidade do Chile, indicou um informe da Onemi.

O instituto geológico dos Estados Unidos (USGS) estimou o terremoto em 6,2 na escala de magnitude de momento.

O Onemi não informou sobre vítimas nem feridos na África, onde "a população da área litorânea realizou uma "autoevacuação" diante do risco de um tsunami, mas depois retornou aos seus lares", enquanto "foram registrados cortes de luz em alguns bairros que afetaram cerca de 3 mil pessoas", informou o Onemi.

Enquanto isso, a Marinha chilena indicou que "as características do terremoto não reúnem as condições necessárias para gerar um tsunami na costa chilena".

O terremoto também foi sentido na cidade peruana de Tacna, 1,2 mil quilômetros ao sul de Lima, onde não foram registrados feridos, mas dezenas de pessoas saíram às ruas com medo de um tremor, informou a Defesa Civil.

O Chile foi atingido por mais de 40 tremores superiores a 6 graus desde o terremoto de 8,8 graus na escala richter de 27 de fevereiro de 2010 que gerou um tsunami na costa do sul do Chile, deixando um registro de mais de 500 mortos e cerca de 30 bilhões de dólares em danos.
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.