Emergência lotada

Após aguardar por atendimento, jovem causa danos em hospital e é presa

Priscila Azevedo Fonseca brigou com funcionários e quebrou um vidro a pedradas

26/06/2012 | 05h35
Irritada com a demora para uma consulta no Hospital de Caridade de Viamão, na Região Metropolitana, uma jovem brigou com funcionários do local e quebrou um vidro a pedradas. Priscila Azevedo Fonseca, 18 anos, foi presa em flagrante nesta madrugada. Antes de ser levada pela polícia, ela teria aguardado um médico por cerca de 13 horas.

— Ela reclamava que estava com dor e falta de ar. Como não foi atendida, ficou fora de si — relatou a dona de casa Juliana Souza dos Santos, 28 anos, que testemunhou a confusão.

Juliana também sofreu com a demora: ficou das 18h30min até as 2h no Hospital de Caridade, aguardando resposta sobre a situação do padrasto, que sofreu acidente de moto e acabou internado. Ela disse que Priscila contou ter chegado ao meio-dia de segunda-feira, e o tumulto ocorreu por volta da 1h30min de terça.

Funcionários do hospital contaram na delegacia que o vidro quebrado era da recepção do hospital. Na versão deles, Priscila não foi atendida antes porque deixou temporariamente o local onde deveria aguardar a consulta.

Levada para a Delegacia de Pronto Atendimento de Alvorada, Priscila foi presa em flagrante por dano qualificado ao patrimônio e lesão corporal
(um segurança disse que foi agredido). Sua fiança foi estipulada em R$ 2 mil. Até as 5h30min, ela continuava no local.

Conforme a Polícia Civil de Alvorada, Priscila não quis prestar depoimento. Ela disse que só vai falar sobre o assunto em juízo.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.