Tibete versus China

Um jovem morre e outro fica gravemente ferido após atearem fogo contra o próprio corpo em protesto

Número de imolações por tibetantos contra a autoridade chinesa chega a 30 no último ano

21/06/2012 | 06h41
Um jovem morre e outro fica gravemente ferido após atearem fogo contra o próprio corpo em protesto The Tibetan Youth Congress/AP
Após cair no chão, um dos homens levantou e corria em diversas direções pela rua Foto: The Tibetan Youth Congress / AP

Um grupo de exilados publicou um vídeo que mostra dois tibetanos puseram fogo em seus corpos durante mais um suicídio de protesto contra a autoridade chinesa. O Congresso da Juventude Tibetana disse, por um comunicado enviado por e-mail, que dois homens se imolaram na quarta-feira, na prefeitura de Yushu, na província de Qinghai, território chinês.

Segundo informou o grupo e a agência de notícias Xinhua, um dos manifestantes morreu e o outro ficou gravemente ferido. A Xinhua disse, nesta quinta-feira, que o morto era um pastor local e o sobrevivente um carpinteiro natural da prefeitura de Aba, na província de Sichuan. O Congresso da Juventude Tibetana identificou a vítima fatal como Tenzin Khedup, de 24 anos, e o ferido como Ngawang Norphel, de 22.

O vídeo mostra os dois jovens com bandeiras tibetanas nas mãos ao passo que são devorados pelas chamas. O caso remonta a mais de 30 autoimolações registradas no último ano em áreas tibetanas na China. Ativistas denunciam o ferrenho controle chinês nessas regiões.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.