Acidente no mar

Estudante cearense desaparece no mar durante passeio na Nova Zelândia

Junto com instrutor e colega, o estudante intercambista Felipe Martins de Melo desapareceu ontem após cair de uma rocha na Nova Zelândia

09/08/2012 | 11h19

O brasileiro João Felipe Martins de Melo e o neozelandês Stephen Lewis Kahukaka-Gedye, ambos de 17 anos, desapareceram nesta quarta-feira após caírem no mar quando escalavam uma rocha na Nova Zelândia, no Parque de Paritutu, na cidade de New Plymout. As informações são do jornal O Povo.

O instrutor que acompanhava o grupo de 13 pessoas, Bryce John Jourdain, 42, pulou na água para tentar resgatar os estudantes e também desapareceu. O passeio foi feito com uma empresa de esportes de aventura, com mais 11 colegas, sendo dois instrutores.

De acordo com o jornal O Povo, a porta-voz da polícia local, Victoria Evans, disse à BBC Brasil que não há esperanças de encontrar os três desaparecidos com vida, tendo em vista que já se passam 24 horas desde o incidente. Ainda assim, a polícia da Nova Zelândia retoma hoje à tarde as buscas pelo estudante cearense e as outras duas pessoas que caíram no mar.

Os amigos, no entanto, ainda estão confiantes que Felipe Melo será encontrado com vida. Vitor Melo, que conhece Felipe desde 2010, afirmou que Felipe sempre foi praticante de esportes radicais e a família do garoto acompanhava as aventuras do estudante. Ele também contou que o estudante cearense voltaria para Fortaleza em outubro e começaria a fazer faculdade de engenharia.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.