Paralisação encerrada

Professores da UFRGS decidem pelo fim da greve

Volta às aulas foi definida em assembleia da Adufrgs, entidade que representa 80% dos docentes da instituição

06/08/2012 | 17h10

Em uma assembleia realizada nesta tarde pelo Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior de Porto Alegre (Adufrgs-Sindical), os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) decidiram pelo fim da greve. A Adufrgs, que representa cerca de 80% dos docentes da instituição, havia decretado a paralisação no dia 10 de julho.

Ainda assim, parte dos professores da UFRGS devem permanecer mobilizados. Na sexta-feira, professores ligados ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior no Estado (Andes-RS), a outra entidade que representa a categoria, decidiram manter a paralisação por tempo indeterminado.

Na votação realizada entre os 493 professores que participaram da reunião da Adufrgs na tarde desta segunda-feira, 266 foram favoráveis ao encerramento da greve, enquanto 221 defenderam a continuidade da paralisação. Houve quatro abstenções e dois votos nulos.

— Agora, a universidade vai se reunir e decidir sobre o calendário. A universidade já sabe que encerramos a greve, amanhã vamos comunicá-los oficialmente — afirmou a presidente da Adufrgs, Maria Luiza Ambros von Hollebe.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.