Senador no Rio

Vídeo de Aécio Neves provoca polêmica nas redes sociais

Em um tradicional bar carioca, político mineiro aparece em gravação com sinais de embriaguez

29/08/2012 | 17h26

Um vídeo anônimo, com imagens do senador Aécio Neves (PSDB-MG) em um tradicional bar carioca, foi parar na internet e ganhou repercussão nas redes sociais.

Na gravação, feita provavelmente com um telefone celular no último fim de semana, o político cotado para concorrer à Presidência em 2014 mostra sinais de embriaguez e dá uma nota de R$ 100 de gorjeta aos garçons.

Divulgada no YouTube, a gravação contabilizava até ontem mais de 100,6 mil visualizações. Na segunda-feira, o episódio motivou uma nota na coluna do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, e, no dia seguinte, foi alvo de uma reportagem no site de notícias Brasil 247.

O flagrante tem 48 segundos de duração e começa do lado de fora do bar Cervantes, no Rio. Nos primeiros 10 segundos, Aécio aparece cambaleante na calçada, junto de outras três pessoas — um homem e duas mulheres. Em seguida, entra no estabelecimento, vai até o balcão e pede um chope. Ao ser atendido, pagou com uma nota de R$ 100.

As cenas motivam comentários polêmicos no Twitter e vêm sendo utilizadas por partidos adversários. Principal aposta do PSDB para voltar à Presidência, Aécio preferiu o silêncio: não negou ser o protagonista, mas também não falou sobre o ocorrido.

Desde terça-feira, ZH tenta entrevistar o parlamentar. Ontem, a assessoria de imprensa dele limitou-se a informar que Aécio "decidiu não se pronunciar sobre o episódio" e sugeriu que a reportagem entrasse em contato com o presidente do PSDB em Minas, deputado federal Marcus Pestana.

Pestana confirmou que o homem filmado é o senador mineiro, mas minimizou a controvérsia e criticou a repercussão. O deputado disse que Aécio frequenta o bar Cervantes "há 40 anos", que é um "cara alegre" e que "estava apenas se divertindo com amigos":

— Esse assunto é de foro privado e não tem a menor relevância. Fazer polêmica em cima dele é ridículo. Todos sabem que Lula gosta de tomar uns goles, mas não usamos isso contra ele.

Pestana também disse que o PSDB não está preocupado com um possível abalo na imagem do senador:

— O povo detesta gente chata e triste. Ruim mesmo seria ser flagrado recebendo dinheiro de Marcos Valério ou de Carlinhos Cachoeira.

Veja a gravação:

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.