Debaixo d'água

Chuva que causou estragos em Porto Alegre atingiu 61% da média mensal

Zonas Norte e Sul foram as principais afetadas pelos transtornos provocados pela chuva que não deu trégua

18/09/2012 - 19h52min
Chuva que causou estragos em Porto Alegre atingiu 61% da média mensal Mauro Vieira/Agencia RBS
Choveu na Capital o equivalente a 61% do esperado para o mês Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS  

Em quatro dias, a chuva que caiu em Porto Alegre atingiu a média mensal de setembro. Somente nesta terça-feira, choveu na Capital o equivalente a 61% do esperado para o mês. Entre os estragos que acompanharam o temporal estão casas, ruas e escolas alagadas, árvores caídas e um trânsito caótico.

Desde segunda, os porto-alegrenses já sabiam que este seria um dia incomum. Segundo o coordenador da Defesa Civil no município, cel. Léo Antônio Bulling, houve em torno de 25 ocorrências de alagamentos em residências por todo o município.

— O temporal atingiu a cidade de maneira uniforme. As pessoas ficaram desalojadas momentaneamente, até o nível das águas baixarem — afirmou o coordenador.

Como está o tempo em sua cidade? Envie fotos

As cheias dos arroios desalojaram algumas famílias na zona sul da Capital. O caso mais problemático, de acordo com o Centro de Informações dos Bombeiros, aconteceu no Lami, na Estrada do Varejão, onde uma ponte ficou coberta pela água no início da tarde. A dificuldade de acesso à região fez com que alunos da Escola Estadual Genoveva da Costa Bernardes fossem liberados, informou a Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

Ainda, de acordo com a secretaria, outras três escolas estaduais não tiveram aulas em virtude da chuva nesta terça, duas devido a problemas de infiltração, e uma por alagamento.


Avenidas alagadas ficaram bloqueadas para evitar maiores problemas
Foto: Fernando Gomes

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que apenas um posto de saúde não funcionou nesta terça-feira em virtude da chuva. A Unidade Morro dos Sargentos, localizada na Rua F, no bairro Serraria, ficou fechada pois as pessoas não tinham como acessar o local.

Foram registrados 105 pedidos para remoção de árvores e galhos pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam). Uma árvore caída bloqueou a Estrada Maria Altina, próximo da Estrada Costa Gama, na Zona Sul da Capital, por volta das 16h, e outra na Rua Costa com a Rua Itororó, no bairro Menino Deus, de manhã.

Em um dia com inúmeros transtornos no trânsito, na Rua Uirapuru, próximo à Avenida Antônio de Carvalho, aconteceu algo inusitado. Um Chevette foi parar em um buraco que se formou após a pista ceder. Segundo o dono do veículo, um cano de esgoto rompeu no subsolo e o piso ruiu, ainda durante a madrugada.

Acompanhe as estações meteorológicas do Grupo RBS

Notícias Relacionadas

Chuva sem trégua 18/09/2012 | 13h47

Volume de água que desce em direção à Lagoa dos Patos deixa Tapes em alerta

Diversos trechos de rodovias foram afetados no sul do Estado

Transtornos da chuva 18/09/2012 | 12h01

Água invade casas em loteamento na Zona Sul da Capital

Segundo os moradores, não há escoamento do esgoto pluvial e a cena se repete a cada chuvarada

TEMPORAIS 18/09/2012 | 11h34

Chuva de três dias ultrapassa média do mês e provoca estragos no Rio Grande do Sul

Somar Meteorologia alerta para novos temporais na região Sul do país

Efeitos do temporal 18/09/2012 | 11h23

Número de clientes sem luz no Estado aumenta para 27 mil

Na área de cobertura da CEEE, são cerca de 15 mil clientes às escuras

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.