Boate fechada

Casa noturna interditada pela prefeitura de Porto Alegre garante que possui isolamento acústico seguro

Comunicado do Cabaret Voltaire afirma ainda que funcionamento não está vinculado a liminar

01/02/2013 | 13h58
Casa noturna interditada pela prefeitura de Porto Alegre garante que possui isolamento acústico seguro Jean Schwarz/Agencia RBS
Prefeitura interditou o Cabaret Voltaire por falta de segurança na quarta-feira Foto: Jean Schwarz / Agencia RBS

A administração da casa noturna Cabaret Voltaire, de Porto Alegre, informou em comunicado que seu funcionamento não está vinculado a liminar concedida pela Justiça, ao contrário do que divulgou a prefeitura na quarta-feira.

Confira a nota na íntegra

A sentença concederia a manutenção das atividades no local enquanto tramitar o processo para expedição da licença ambiental. No texto, também contesta um dos pontos apontados como motivo da interdição do local, ocorrido na noite daquele dia.

Segundo publicou em seu site, o Cabaret possui notas fiscais que comprovariam a instalação de dois tipos de forros para isolamento acústico, um em dezembro de 2010 e outro em julho de 2011. A prefeitura declarou que a danceteria possuiria forro de material inflamável. "Os dois tipos de forro possuem certificação de Classe A, ou seja, a mais segura das classificações", diz a nota.

A casa noturna também apresentou o alvará do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) que atesta a liberação de funcionamento até maio de 2013. No entanto, a boate não trata de outras questões estruturais apontadas pelo secretário municipal de Indústria e Comércio, como pé direito muito baixo e difícil acesso a uma porta de saída nos fundos do estabelecimento.

"Portanto, como este alvará tem duração de um ano, onde se faz nova vistoria para sua renovação, fica fácil de perceber que a forração do Cabaret não oferece risco de incêndio, tendo em vista que a última vistoria identificou a aplicação de forração acústica de segurança", mostra o comunicado.

A direção ainda nega que houvesse clientes no local no momento da interdição e garante que irá providenciar "o necessário para adequar-se às novas solicitações".

Como aconteceu

O incêndio na boate Kiss, no centro de Santa Maria, começou entre 2h e 3h da madrugada de domingo, quando a banda Gurizada Fandangueira, uma das atrações da noite, teria usado efeitos pirotécnicos durante a apresentação. O fogo teria iniciado na espuma do isolamento acústico, no teto da casa noturna.

Sem conseguir sair do estabelecimento, pelo menos 236 jovens morreram e outros 100 ficaram feridos. Sobreviventes dizem que seguranças pediram comanda para liberar a saída, e portas teriam sido bloqueadas por alguns minutos por funcionários.

A tragédia, que teve repercussão internacional, é considerada a maior da história do Rio Grande do Sul e o maior número de mortos nos últimos 50 anos no Brasil.

Em gráfico, entenda os eventos que originaram o fogo:

Veja também

Confira imagens do local onde aconteceu a tragédia
Veja como foi o velório das vítimas
Nove pontos que devem permear as investigações sobre incêndio

A boate

Localizada na Rua Andradas, no centro da cidade de Santa Maria, a boate Kiss costumava sediar festas e shows para o público universitário da região. A casa noturna é distribuída em três ambientes - além da área principal, onde ficava o palco, tinha uma pista de dança e uma área vip. De acordo com a Polícia Civil, a danceteria estava com o plano de prevenção de incêndios vencido desde agosto de 2012.

Clique na imagem abaixo para ver o antes e o depois da danceteria:


A festa

Chamada de "Agromerados", a festa voltada para estudantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) começou às 23h de sábado. O evento era de acadêmicos dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Tecnologia de Alimentos, Zootecnia, Tecnologia em Agronegócio e Pedagogia.

Segundo informações do site da casa noturna, os ingressos custavam R$ 15 e as atrações eram as bandas "Gurizada Fandangueira", "Pimenta e seus Comparsas", além dos DJs Bolinha, Sandro Cidade e Juliano Paim.

VEJA TAMBÉM

     
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.