Derrubada

Prefeitura inicia remoção de cem árvores para duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, em Porto Alegre

Ação gerou repercussão nas redes sociais e moradores tentam impedir a poda

06/02/2013 - 14h03min | Atualizada em 07/02/2013 - 09h27min
Prefeitura inicia remoção de cem árvores para duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, em Porto Alegre Emílio Pedroso/Agencia RBS
Derrubada de mais de cem árvores iniciou na tarde desta quarta-feira Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS  

Correção: Diferentemente do que informou este site, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente não deu início à remoção das árvores. O órgão apenas autorizou as remoções e solicitou a compensação ambiental. A obra foi iniciada pela Secretaria Municipal de Obras e Viação. O texto original foi corrigido.

A Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) iniciou nesta quarta-feira a remoção de 115 árvores da praça Júlio Mesquita, localizada em frente à Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. A retirada faz parte das obras de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva para a Copa do Mundo de 2014. 
 
Até o início da tarde, 14 árvores haviam sido derrubadas, mas moradores da região iniciaram uma série de protestos que suspenderam temporariamente o trabalho.

— Acordamos com o barulho das motosserras e muitas árvores já estavam no chão — conta Julia Ludwig, residente do bairro.

Assim como outros moradores, Julia subiu nas árvores para impedir a poda. Ela conta que outros residentes no bairro souberam, por assembleia, que a rua seria duplicada, mas nada foi dito sobre o corte das árvores. 

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), serão plantadas 401 árvores em locais já definidos para repor as retiradas. A grande reclamação dos moradores, entretanto, foi a falta de aviso prévio.

Manifestantes subiram nas árvores para evitar a poda.
Foto: Emilio Pedroso

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.