Insegurança

Jornalista policial é assassinado a tiros em Ipatinga, em Minas Gerais

Rodrigo Neto era repórter do Jornal Vale do Aço e apresentador do programa Plantão Policial na Rádio Vanguarda

09/03/2013 | 12h46

O jornalista Rodrigo Neto foi assassinado a tiros na madrugada de sexta-feira, em Ipatinga, cidade do Vale do Aço mineiro. Ele era repórter policial do Jornal Vale do Aço e apresentador do programa Plantão Policial na Rádio Vanguarda.

Neto foi atingido com dois tiros quando entrava em seu veículo. Os disparos foram feitos por dois homens em uma moto. De acordo com informações Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o jornalista sofria ameaças que acreditava serem motivadas por sua atividade profissional. A Polícia Civil, no entanto, diz ainda não ter indícios concretos de que o crime tenha relação com o trabalho de Neto.

As autoridades locais inestigam todos as possíveis causas, exceto latrocínio, já que nada foi levado do local. Em entrevista coletiva, a polícia afirmou estar empenhada em solucionar o caso o mais rápido possível.

Com informações da Abraji

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.