Presidente blindado

Aliado de Renan Calheiros é eleito presidente do Conselho de Ética do Senado

O colegiado não tinha presidente desde o processo contra o ex-senador Demóstenes Torres

03/04/2013 - 17h59min

O senador João Aberto Souza (PMDB-MA) foi eleito nesta quarta-feira presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. É a quarta vez que ele ocupa o cargo. O senador Jayme Campos (DEM-MT) foi eleito vice-presidente.

Os dois foram escolhidos por aclamação entre os membros da comissão. Os dois estiveram no conselho em outras oportunidades. Souza é aliado de Renan Calheiros (PMDB-AL), e a sua escolha tem por objetivo blindar o presidente da Casa em eventual processo.

O colegiado não tinha presidente desde o processo contra o ex-senador Demóstenes Torres. Na época, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) assumiu a vaga temporariamente, mas, depois disso, a presidência ficou vaga.

O Conselho de Ética é responsável por investigar e processar senadores acusados de quebra de decoro parlamentar. O resultado das investigações pode ir desde o arquivamento até o pedido de cassação do mandato, como ocorreu com Demóstenes. É o presidente do conselho que decide se aceita ou não uma denúncia ou representação.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.