Na contramão

Acidente com caminhão brasileiro deixa ao menos 17 mortos na Argentina

Colisão com ônibus de passageiros aconteceu na Rota 7, em San Martín, no oeste do país

07/02/2014 | 22h38
Acidente com caminhão brasileiro deixa ao menos 17 mortos na Argentina Delfo Rodriguez/NA/AFP
Ônibus partiu de Córdoba com mais de 30 passageiros Foto: Delfo Rodriguez / NA/AFP

Pelo menos 17 pessoas morreram no oeste da Argentina em uma batida entre um caminhão, que seguia na contramão em uma autoestrada, e um ônibus de passageiros, informou o canal de notícias TN. Inicialmente, as informações eram de quem o número de vítimas fatais poderia chegar a 19.

Um ônibus da empresa Mercobus, que viajava de Córdoba à cidade de Mendoza, chocou-se de frente com um caminhão de placa brasileira, que transportava alho. O caminhão, segundo a imprensa argentina, percorreu quatro quilômetros na contramão. Os dois veículos pegaram fogo.

Conforme o jornal Clarín, a polícia argentina teria confirmado que recebeu oito ligações para o telefone de emergencia 911 alertando sobre um caminhão com placa brasileira que trafegava na rodovia em alta velocidade e na contramão. O Ministério de Segurança afirmou que aplicará penalidades aos policiais que receberam as denúncias e que não teriam adotado nenhuma ação para conter o motorista.

Procura por Zero Hora, a empresa ACM Transportes, do Paraná, confirmou na manhã deste sábado que o caminhão é de sua propriedade, mas não tinha mais detalhes sobre o acidente e nem sobre o motorista que conduzia o veículo.

Segundo o ministro, havia 32 pessoas no ônibus, incluindo dois motoristas. Ainda não se sabe quantos viajavam na cabine do caminhão.

Ambos os veículos se incendiaram, ficando reduzidos a um monte de ferro retorcido, como mostraram imagens das emissoras locais.

O ministro da Saúde da província de Mendoza, Matías Roby, afirmou que o ônibus "foi atingido de frente por um caminhão aparentemente roubado com placa brasileira".

– Podemos ver os corpos carbonizados, irreconhecíveis – lamentou, em entrevista à jornalista Gabriela Sosa.

Os bombeiros trabalham na retirada do que restou das vítimas para sua identificação.

Um vídeo divulgado pelo portal Clarín mostra o caminhão de placa brasileira andando na contramão:

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.