Muito calor

Ativista gaúcha presa na Rússia deve posar para revista masculina

Objetivo é arrecadar dinheiro para construir local capacitado a recuperar vítimas do tráfico de animais

Atualizada em 19/02/2014 | 10h5518/02/2014 | 22h34
Ativista gaúcha presa na Rússia deve posar para revista masculina Félix Zucco/Agencia RBS
Ana Paula fez uma sessão inicial de fotos apenas de biquíni Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Nem bem a ambientalista Ana Paula Maciel retornou ao Brasil no final de dezembro, depois de ficar três meses presa na Rússia, para receber a proposta: posar nua para uma revista masculina. Segundo Ana Paula, um empresário acreditou em seu potencial e sugeriu a ideia. O projeto ganhou força e no último fim de semana, a ativista fez fotos de biquíni. Uma das imagens sairá na próxima edição da revista Playboy.

Pedindo que os leitores façam parte da causa, a gaúcha pode ser convidada para realizar um ensaio completo — e sem roupa. Ao público, ela tem um recado:

— Quando a revista sair nas bancas, olhe a foto e escreva para revista pedindo para ver como a natureza me fez.

Ana Paula conta que foi procurada na metade de janeiro por André Sanseverino, empresário, produtor de moda e fotógrafo. Ela revela que Sanseverino percebeu nela potencial, pois alia beleza com conteúdo.

O objetivo para encarar a exposição também está ligado aos seus ideais ambientais: com o dinheiro do cachê poderia construir um lugar para fazer ecoturismo e educação ambiental, com projeto de recuperação e reintrodução de espécies vítimas de tráfico de animais. Ana Paula ressalta que tomou a decisão pessoalmente e que, apesar de ainda ser integrante do Greenpeace, não há ligação entre os projetos.

Ironicamente, embora alguns protestos da ONG pela qual milita tenham alto grau de exposição pública, ela nunca protestou nua.

— Acho que por sempre estarmos em lugares muito frios — brinca.

"Ela tem sonhos e deve abraçá-los", diz mãe de bióloga

Quem poderia se opor às decisões, está alinhado com ela. O namorado, conta Ana Paula, está súper feliz e acha que ela deve aproveitar a oportunidade. A mãe, Rosângela, diz estar tranquila:

— É uma nova fase. Ela tem sonhos e deve abraçá-los. Agora ela pode ter essa oportunidade de cuidar dos animais. Ela tem um objetivo ecológico.

Sobre as primeiras fotos, todas de biquíni, feitas no último fim de semana em um "cenário rústico" em Maringá, no Paraná, ela garantiu ter se sentido à vontade. A gaúcha resume a nova fase com uma imagem captada no momento do ensaio:

— Me troquei em um banheiro, onde tinha um casulo de borboleta no teto. E daí eu olhei para ele (o casulo) e pensei: 'te entendo', no sentido de que posar nua não vai me fazer menos ativista ou menos mulher, mas vai me acrescentar mais. É uma experiência nova.

 Veja no vídeo como foi a chegada da ativista

 

Leia mais:
>> Ativistas recebem visto de saída da Rússia
>> Todas as notícias sobre os ativistas do Greenpeace detidos na Rússia

 

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.