Acidente fatal

Queda de helicóptero da presidência mata três militares no Equador

Quarto tripulante foi encontrado ferido, mas consciente

21/02/2014 | 04h29

Um helicóptero militar que serve ao presidente do Equador, Rafael Correa, caiu nesta quinta-feira no sul do país matando três de seus quatro tripulantes, anunciou o próprio líder equatoriano.

— É um acidente que enluta a pátria. Oxalá isto não leve a elucubrações. Há que investigar. Não viajava no helicóptero, não tinha nem o mais remoto plano de ocupar a aeronave— destacou Correa.

O aparelho Dhruv, de fabricação indiana, seguia de Guayaquil para Quito quando caiu na zona de Huigra, na província andina de Chimborazo, por causas ainda desconhecidas, revelou o coronel Galo Venegas, porta-voz da Força Aérea Equatoriana (FAE).

Segundo Correa, entre os mortos no acidente está um dos pilotos da presidência.

A ministra da Defesa, Maria Fernanda Espinosa, informou que o acidente matou um capitão, um tenente e um sargento. O quarto tripulante foi encontrado ferido mas consciente.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.