Cão perigoso

Apenado é atacado por pitbull no Presídio de Arroio do Meio

Homem trabalhava na horta quando o cachorro fugiu do canil, afirma diretor

Atualizada em 07/03/2014 | 17h4707/03/2014 | 17h46

Um cão da raça pitbull, utilizado para guarda e proteção no Presídio Estadual de Arroio do Meio, no Vale do Taquari, fugiu do canil e atacou um presidiário, causando-lhe ferimentos nos braços, pernas e mãos. O acidente ocorreu na manhã de quinta-feira.

Segundo o diretor da instituição, Carlos Leal, o presidiário trabalhava na horta quando o cachorro, de porte médio, pulou o cercado do canil.

— Ele não sabia que era uma raça agressiva e tentou ajudar a pegar o cão. O bicho se sentiu ameaçado e atacou — relata.

A vítima, um homem de 50 anos, foi encaminhada para o Hospital São José, em Arroio do Meio, onde até esta sexta-feira permanecia internado para se recuperar dos ferimentos.

O próprio diretor diz ter sido chamado e, junto a outros colegas, conseguiu imobilizar o cão. Segundo ele, já foi solicitado um agente penitenciário especializado em manejo de cães de guarda permanente para o presídio. O responsável atual atende não só Arroio do Meio, mas outros municípios do Vale do Taquari.

No canil do presídio, ficam oito cães das raças pitbull, rotweiller, pastor alemão e pastor belga. Os animais têm as funções de guarda e proteção e farejamento.

A Polícia Civil de Arroio do Meio registrou a ocorrência, mas preferiu não se manifestar sobre o ocorrido.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.